Notícias às 03:00

Livro biográfico de Jessica Simpson vira série-documentário

Reprodução/Instagram

Jessica Simpson anunciou que seu livro biográfico de sucesso Open Book, que traz detalhes de sua vida, vai se tornar uma série-documentário para a plataforma Amazon Prime Video. Ela se juntou à Amazon Studios para produzir a nova série, baseada nas revelações que fez em seu livro de memórias, assim como em outros projetos.

 Jessica Simpson pode mostrar vida familiar em novo reality

Compartilhando as boas novas nas redes sociais, ela disse: "Estou orgulhosa e honrada por me juntar a @amazonstudios para levar minha história e meu coração às telinhas, e para ser produtora executiva de uma série sobre a época que eu tinha 20 e poucos anos, uma série-documentário sem roteiro, com a música como componente principal, e dois textos onde eu compartilho minha alma e minha perspectiva enquanto trago seu coração para perto do meu."

 Jessica Simpson afirma que a sobriedade mudou sua vida

"Eu sou uma grande fã da TV e muitas das minhas séries preferidas estão na Amazon, então essa colaboração é um grande sonho para mim", explicou. 

Escrevendo em seu Twitter, ela acrescentou: "Desde o primeiro encontro eu tive uma conexão visceral com cada membro dessa equipe. Eu sei que partes da minha vida foram extraordinárias, mas eu também sei que muitas das minhas lutas são universais. Eu espero continuar a missão que comecei ao escrever Open Book – inspirar os outros a se animarem, se moverem e se empoderarem para atravessarem o medo e saírem desse lado ainda mais fortes. Obrigada por cada membro da minha família, minha equipe, e muitos dos novos membros da família na Amazon, que ouviram e receberam o poder do meu livro e intuição, confiantes no propósito criativo da minha vida". 

Como parte de seu acordo com a Amazon, ela também vai ser produtora executiva da série, que terá 'um pouco de ficção'. 

No Instagram Simpson postou uma foto em preto e branco junto de sua família para comentar sobre sua felicidade nesse momento. 

"Minhas lágrimas de alegria são imparáveis ​​após o anúncio de ontem da minha parceria com a Amazon, que é o meu retorno ao negócio do entretenimento depois de tanto tempo!!

Muito obrigada a todos por todo o entusiasmo e incentivo sobre meus novos projetos futuros. Ouvir suas histórias de luta, triunfo e resiliência me inspira a continuar a transmitir minha verdade vulnerável com todo o meu coração, sem um pingo de hesitação. As respostas estão dentro de nós. A descoberta dos lugares escondidos é linda de se percorrer. O que todos nós precisamos nesta vida em que nascemos é descobrir o nosso propósito. Todos nós merecemos sentir compaixão por nossos erros, nossas perdas, nossa dor e nossas opiniões quando os confrontamos. Nesta jornada contínua para mim mesma, tenho estado de mãos dadas com essas minhas almas gêmeas que me apoiaram descaradamente em meus altos e baixos. Minha gratidão a Eric, Maxi, Ace e Birdie é incomensurável. E todo esse amor de vocês me deixou flutuando nas nuvens… e agora estou chorando de novo… ha", comentou, recebendo o apoio dos seus seguidores.

 Post de Jessica Simpson nas redes sociais

Para ver a publicação original, clique aqui

Dislexia

 

Jessica Simpson confessou, em uma recente postagem no Instagram, sua luta contra a dislexia. Enquanto refletia sobre o sucesso de seu livro de memórias Open Book, a atriz e cantora contou que sofre do problema, que é uma desordem que envolve dificuldades para ler. 

De acordo com Simpson, a primeira vez que ela leu uma palavra 'sem hesitar' foi durante a gravação do audiolivro, que foi nomeado um dos melhores audiolivros de 2020 pelo Apple Books. 

No Instagram a cantora falou sobre como seu livro a ajudou com a dislexia: "OPEN BOOK, obrigada pela terapia. Transformar meus medos em sabedoria foi uma jornada comovente, para dizer o mínimo. Eu agradeço o poder desse louvor com todo o meu coração.", disse. 

E se explicou: "Fato: eu sou disléxica e essa foi a primeira vez que eu li em voz alta sem hesitar." 

A dislexia afeta áreas do cérebro que processam a linguagem e podem impactar na habilidade de uma pessoa ler, escrever e falar. 

"Eu fiz isso para quem ia ouvir", disse a empresária em seu post. "Fiz isso pela minha família. Fiz isso por mim". 

Jessica Simpson se tornou uma das melhores autoras do New York Times esse ano após lançar seu livro de memórias. Ela foi muito elogiada por sua honestidade em Open Book, falando desde o alcoolismo que sofreu, as cirurgias plásticas, o abuso sexual e seus relacionamentos famosos.

Jessica Simpson volta a entrar em calça de 14 anos atrás