Notícias às 01:00

Livro infantil de Meghan Markle fracassa em vendas no Reino Unido

Meghan Markle

(Grosby Group)

A incursão de Meghan Markle no mundo da literatura com seu novo livro infantil chamado ‘The Bench’ não impressionou muita gente, principalmente no Reino Unido.

E embora o livro de 40 páginas tenha sido promovido na internet devido ao status de celebridade da Duquesa de Sussex, relatos revelaram que ela não se saiu bem nas listas de vendas do Reino Unido na primeira semana desde seu lançamento.

Segundo o jornal Mirror Online, o livro só conseguiu vender 3.212 cópias na primeira semana e também não alcançou a lista dos 50 mais vendidos.

Veja+: Pai de Meghan Markle faz sérias acusações contra Oprah Winfrey

Mas mesmo assim a publicação conseguiu chegar ao topo da lista de livros ilustrados mais vendidos, graças às ilustrações cativantes do premiado artista Christian Robinson.

De acordo com o diário, apesar das baixas vendas, os editores do livro, Penguin Random House Children (PRH) ainda poderão se beneficiar dele, pois têm os direitos que lhes permitem vender a versão em inglês do livro em todo o mundo.

A Penguin Random House Children também revelou que eles podem vender seus direitos de tradução para outras editoras, o que significa que o livro de Meghan pode se tornar um grande sucesso se for traduzido para outros idiomas.

Veja+: Príncipe Harry e Meghan Markle querem expandir império com ajuda de consultora

A imprensa inglesa se surpreendeu com o pouco volume de vendas no Reino Unido, mas segundo especialistas, é devido aos conflitos dela e Harry com a família real.

Sem título

O Príncipe Harry perdeu seu título de ‘Sua Alteza Real’. Pelo menos na exposição do Palácio de Kensington que exibia o vestido de noiva de sua falecida mãe, a Princesa Diana.

Antes do ‘erro’ a placa abaixo do vestido de Diana dizia: “[vestido] Emprestado por Sua Alteza Real O Duque de Cambridge e Sua Alteza Real O Duque de Sussex”.

Porém, alguém notou que a legenda está trocada por “Emprestado por Sua Alteza Real O Duque de Cambridge e O Duque de Sussex”.

A imprensa britânica começou a especular se isso era resultado dos conflitos pessoais de Harry com sua família, mas segundo o jornal The Sun, o The Royal Collection Trust , responsável pelas exposições de objetos da realeza, lamentou o sucedido e afirmou que se tratava de um ‘erro administrativo’ e que foi corrigido posteriormente.

O diário notou, porém, que o mesmo ‘erro’ aconteceu em outros dois itens da exposição.

Este mês, o Palácio de Kensington lançou a exposição “Royal Style in the Making”, mostrando o vestido de casamento de Diana com o príncipe Charles em 1981. A peça icônica recebeu a assinatura dos estilistas ingleses David Emanuel e sua ex-esposa Elizabeth Emanuel.