Notícias às 14:00

Luciano Huck revela que o pai contraiu coronavírus

Divulgação

Luciano Huck revelou que seu pai pegou o novo coronavírus, conforme contou em entrevista ao jornal carioca O Globo neste domingo (17).

Segundo o apresentador, o jurista Marcelo Huck, de 80 anos, contraiu a covid-19, deixando toda sua família assustada.

“Meu pai teve coronavírus, o que me deixou muito apreensivo, mas já está bem, graças a Deus”, celebrou.

 

Angélica fala de meditação: 'Muda a atmosfera da casa'
Luciano Huck sobre pandemia: ‘É muito violento isso tudo’


Para enfrentar com bom humor este momento tão difícil de quarentena, o apresentador Luciano Huck criou um telejornal caseiro em sua casa com a mulher, Angélica, e os filhos, Joaquim, Benício e Eva. O noticiário vai ao ar em suas redes sociais.

Huck revelou que a atração tem cenografia de Eva, trilha de Benício e “apoio moral” de Joaquim. Angélica funciona como correspondente interina, ele brincou.

Para o apresentador, o telejornal caseiro é uma forma de levar leveza ao público.

“A chuva de realidade que a grande mídia tem por obrigação noticiar gera medo e angústia na população. A tela vira uma janela para um mundo lá fora que não está amigável”, pontuou.

“Já que tenho uma potência importante nas redes sociais, resolvi fazer esse jornalzinho, um retiro de boas notícias”, definiu.

 

Angélica escreve cartas para filha e vira especial na TV
‘Pessoas entenderam que o governo não ia dar conta’, diz Luciano Huck

Sobre a rotina na mansão no Joá, no Rio de Janeiro, ele revelou que segue gravando seu Caldeirão do Huck, além de fazer muitas reuniões online com sua equipe no aplicativo Zoom.

Ele tem buscado assistir quem pode. Contou que nesta semana localizou a mãe da menina Ana Julia Sabino, de 9 anos, cuja foto segurando um papelão com a frase ‘troco uma máscara por um alimento’ viralizou na internet, comovendo o Brasil.

Huck colocou a condição de ajudar a família carioca se a mãe não mais deixasse os filhos venderem doces em um sinal da zona oeste carioca.

“Desde o começo da pandemia entendi que o meu melhor papel era ficar ancorado na boa informação e na solidariedade e não entrar nos debates e discussões políticas neste momento”, falou.

 

Movimentos sociais

Para Huck, é preciso “somar forças para combater o que temos de mais grave, que é uma crise sanitária”. Para isso, ele se envolveu na União Rio, movimento da sociedade civil que busca ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade nesta crise por conta da pandemia do novo coronavírus.

A entidade já arrecadou mais de R$ 40 milhões, destinados, entre outras ações, à compra e doação de 1,4 toneladas de alimentos para famílias de comunidades e à reativação de 60 leitos de UTI no Hospital do Fundão.

Outra causa que contou apoiar é o Exemplo Arrasta, fundo solidário para pequenos empreendedores sociais dentro das favelas e na causa indígena, além do Estímulo 2020, que vai emprestar dinheiro a juros baixos a pequenos empresários.

 

Futuro presidente?

Sem assumir nenhuma candidatura à Presidência em 2022, Luciano Huck disse que “há uma disfuncionalidade entre governo, estados e municípios”, o que, em sua visão, “não contribui em nada”.

“Eu gostaria que o Brasil estivesse lidando com essa crise sanitária da maneira mais coordenada possível, que as três instâncias de poder estivessem caminhando do mesmo lado, o que não está acontecendo”, disse.