Notícias às 18:10

Mano Brown recebe Wagner Moura como convidado para podcast

Mano Brown e Wagner Moura posando para foto.
Divulgação/Jef Delgado/Spotify

O penúltimo episódio do podcast Original Spotify “Mano a Mano”, apresentado pelo rapper Mano Brown, chega no Spotify na quinta-feira, 2 de dezembro, e terá como convidado Wagner Moura, diretor do filme “Marighella”.  Um dos assuntos principais do encontro entre os artistas é o longa, lançado no Brasil em 2019, que retrata a história do ativista político baiano Carlos Marighella. 

Wagner, como diretor do projeto, queria o rapper, e agora apresentador, para protagonizar o filme, mas não foi possível por conta da agenda dos dois. Além disso, Mano Brown diz respeitar a profissão do ator, que não é para qualquer um:  “Eu acho que eu não nasci pra isso e aprendi a respeitar muito mais a profissão de ator. Não é fácil e não é pra qualquer um. Tem que estudar, tem que ter tempo, tem que ter compromisso. Você tem que ser livre, tem que renunciar muita coisa, dos seus próprios complexos. Eu não sei como vocês lidam com isso quando estão sozinhos”. 

Os dois também conversaram muito sobre política. O ator relembra em que momento a pauta despertou seu interesse. “Quando eu comecei a entender que eu vi coisas que não faziam sentido, foi quando eu comecei a procurar saber. (…) Minha casa não era uma casa de gente politizada. (…) Depois que eu entrei para a faculdade de Jornalismo, aí sim, aos 17 anos, abriu um mundo”, compartilha Moura.

Além disso, Wagner trouxe à tona um dos primeiros shows que viu do grupo Racionais MC´s, em Salvador. “Eu nunca vou esquecer aquele show. Você chamou uns moleques do rap de Salvador no palco, você rimou, você fez freestyle com um moleque lá. E eu nunca vou esquecer aquilo, cara. Aquele cara era muito zangado. Era uma raiva muito potente e compreensível”, relembra o cineasta.

Em seguida, ele questiona o que mudou daquela época em relação ao Brown de hoje. “Eu não sou cheio de razão. Eu não afirmo mais nada com tanta convicção. Tá tudo em mutação. Só com 50 anos você percebe isso. Com 20 anos, você é um incendiário, e depois dos 30, vira bombeiro. Você quer corrigir as coisas, aquelas músicas, aqueles machismos, aqueles erros brutais da juventude que só o jovem tem direito a cometer”, responde o MC.

O podcast conta com novos episódios toda quinta-feira, e cada episódio se trata de uma conversa direta com personalidades do esporte à política, da música à religião. Durante os episódios anteriores, Mano Brown recebeu os convidados: Karol Conká, Drauzio Varella, Luiz Inácio Lula da Silva, Juary, Gilberto Sorriso e Pita, Henrique Vieira, Fernando Holiday, Vanderlei Luxemburgo, Leci Brandão, Djonga, Ludmilla, Taís Araújo e Lázaro Ramos, Rodrigo Silva, Gloria Groove e Djamila Ribeiro.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS

Senado aprova Lei Marília Mendonça, que obriga sinalização de torres de energia
Jair Bolsonaro se filia ao PL e Thammy Miranda decide deixar o partido
Simone Mendes abre jogo sobre vida sexual após cirurgia

Vote na enquete e diga quem deve ser o fazendeiro da semana e se livrar da 11a. Roça.

Esta enquete já foi encerrada! Confira o resultado:

28%
57%
15%