Notícias às 20:09

Marília Mendonça vendeu jatinho privado durante a pandemia

Marília Mendonça vendeu jatinho por causa da falta de shows e só andava de táxi aéreo

Reprodução/Instagram @mariliamendoncacantora

É comum que artistas tenham seus próprios aviões particulares, principalmente por causa da rotina agitada de shows, que envolve até quatro ou cinco destinos diferentes num único final de semana. Marília Mendonça não era diferente de ninguém. Até meados da pandemia de Covid-19, ela também tinha seu jatinho privado para fazer esses trajetos.

Contudo, vendeu a aeronave por causa da falta de shows e da agenda vazia. De acordo com informações de Leo Dias, desde então, a cantora optava por serviços de táxi aéreo para fazer suas viagens, afinal, elas ainda não eram tão frequentes como antes. Na tarde desta sexta-feira, 5 de novembro, a Rainha do Feminejo morreu num acidente, dentro de um avião fretado para esse tipo de serviço.

Leia+: Maiara e Maraísa lamentam morte de Marília Mendonça: ‘Dor e consternação’

De acordo com a GloboNews, o modelo é um bimotor Beech Aircraft, da PEC Táxi Aéreo, de Goiás, prefixo PT-ONJ, com capacidade para seis passageiros. A equipe de Bombeiros do local resgatou três passageiros e dois pilotos no acidente. Então, a aeronave viajava dentro da legalidade.

Por falar em licenças, o canal de notícias da Globo também informou que o veículo tinha licença da ANAC para viajar e cumpria os protocolos de segurança. Contudo, a Polícia Civil de Minas Gerais e os órgãos fiscalizadores ainda não se posicionaram sobre o que teria levado ao acidente.

Leia+: Marília Mendonça já adiou show em 2018 por pane em avião

O avião caiu numa cachoeira na Serra de Caratinga, no interior de Minas Gerais. Ela faria um show em Piedade de Caratinga no final de semana. Antes de embarcar, ela disse que cumpriria agenda de shows no estado durante o final de semana.

TRAJETÓRIA

Marília Mendonça era intitulada como A Rainha da Sofrência, uma das maiores artistas brasileiras, que fez a música sertaneja cantada por mulheres ganhar o topo do sucesso em nosso país.

Aos 12 anos, ela já era compositora. Escreveu “Minha Herança”, “É Com Ela Que Estou”, gravada por Cristiano Araújo e duas gravadas por Henrique & Juliano: “Até Você Voltar”e “Cuida Bem Dela”.

Leia+: Marília Mendonça se declarou para a mãe um dia antes de morrer

O primeiro DVD (2015) disparou os sucessos “Sentimento Louco” e “Infiel”. No ano seguinte, gravou inéditas e teve o DVD todo gravado Em Manaus, no Sambódromo local.

Em março de 2017 veio o segundo projeto completo, “Realidade”, que contou com mais sucessos, como “Amante Não Tem Lar” e “De Quem É A Culpa”. O DVD “Todos Os Cantos” saiu em 2019 e foi novamente um hit, chegando ao topo das listas no Brasil.

Neste ano de 2021, Marília se juntou com Maiara e Maraísa, formando o projeto “Patroas”. Elas estavam se apresentando juntas em vários programas de TV e já tinha agenda de shows confirmados para uma turnê em 2022.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS:
Morre, aos 26 anos, a cantora Marília Mendonça, após acidente de avião
Último vídeo. Marília Mendonça registra últimos momentos antes de entrar em avião
Produtor de Marília Mendonça já tinha trabalhado com Cristiano Araújo
Para sempre lembrada! Relembre de clipes inesquecíveis de Marília Mendonça
Relembre os melhores momentos de Marília Mendonça