Notícias às 09:52

Marina Ruy Barbosa comenta sobre comparação com Bruna Marquezine: ‘É tóxico’

Fotomontagem Marina Ruy Barbosa e Bruna Marquezine
Reprodução/Instagram/@marinaruybarbosa/@brunamarquezine

Marina Ruy Barbosa está há dois anos afastada da TV, mas se prepara para estrear o seu primeiro projeto internacional. A atriz estará na série “Rio Connection”, uma coprodução da Sony com os estúdios Globo.

Leia+: Marina Ruy Barbosa recebe famosas em inauguração de loja no Rio

“Quando não sabia ao certo o futuro do meu casamento com o Xande Negrão, surgiu a chance de fazer um filme internacional. Acabei não fazendo e surgiu essa série gringa, falada em inglês. Estou muito animada”, disse ela em entrevista para O Globo. O casal se divorciou, oficialmente, em janeiro de 2021.

A artista ainda revelou que se frustrou com a separação. “É frustrante, mas, ao mesmo tempo, tento não alimentar esse sentimento. Sou canceriana, sensível demais e, se penso muito nesse assunto, fico mal. Quero tanto ter minha família, meus filhos… Às vezes, me pergunto: ‘Em que momento isso vai acontecer?’. Já fui para a terapia, voltei. São fases”.

Leia+: Marina Ruy Barbosa relata como conheceu atual namorado: ‘Me cercando’

POLITICAMENTE INCORRETA

Marina Ruy Barbosa começou a trabalhar aos oito anos, logo começou a ter responsabilidade muito cedo. Durante a entrevista, a ruiva revelou que tem vontade de não ligar tanto para que os outros pensam.

“Queria muito ligar o f***-se, ser p****-louca. Mas, infelizmente, sofro com esse jeito de ser. Minha vontade era ser menos caxias. Comecei a trabalhar muito nova e logo vieram as responsabilidades. Tenho algo que considero uma qualidade: dou valor para aquilo que me é dado. Se estou fazendo um trabalho e me pedirem para colocar o copo na posição X, é ali que a peça estará. E da melhor forma possível. Sei que sou exigente comigo mesma. Às vezes, me pego pensando: ‘Está tudo bem, Marina! Você tem 26 anos, acalma seu coração'”.

POSICIONAMENTO POLÍTICO

Marina também explicou porque preferiu não se posicionar politicamente e assumiu uma postura isenta diante do governo.

“Sei que, de alguma forma, me enxergam nesse lugar de isenta. Hoje, no entanto, tenho um olhar muito para mim, não no sentido egoísta. Mas é uma busca de autoconhecimento. Coisa em que a terapia tem me ajudado. Entendi que tenho um limite para suportar ataques nas redes sociais”, começou ela.

Em seguida, a atriz de 26 anos afirmou que o cancelamento nas redes sociais pode ser cruel. “Acho cruel compararem o limite de uma pessoa com o de outra. Uns podem achar que quem não xinga ou não se manifesta é covarde. Não é medo de perder seguidores ou trabalho. O medo até existe, mas é um medo em relação à minha saúde mental. Não há mais espaço para errar. Um deslize e você recebe uma série de julgamentos”.

RIVALIDADE FEMININA

Para concluir, a atriz de 26 anos comentou sobre a rivalidade feminina ainda tão presente em nossa sociedade. Para Marina, isso precisa mudar urgentemente.

“A gente vive em uma sociedade machista e vejo muitas comparações, e sempre entre mulheres. Crescemos ouvindo que Xuxa e Angélica eram rivais. Precisamos mudar essa história. Bruna Marquezine e eu passamos por isso o tempo inteiro. Somos da mesma geração, começamos na TV mais ou menos juntas… Essa rivalidade dá retorno, audiência em sites. E isso é tóxico para todos os lados envolvidos”, disse.

Bruna Marquezine e Marina Ruy Barbosa contracenaram em Deus Salve O Rei, da Rede Globo
Bruna Marquezine e Marina Ruy Barbosa contracenaram em Deus Salve O Rei, da Rede Globo – Foto: Divulgação/Paulo Belote/TV Globo

Siga OFuxico no Google News e receba alertas sobre as principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!