Notícias às 19:05

Matthew McConaughey sobre abusos: ‘Nunca me vi como vítima’

Reprodução/Instagram

Matthew McConaughey assegura que nunca se sentiu vítima de abuso sexual, embora tenha revelado recentemente em seu novo livro de memórias, Greenlights, que sofreu assédio sexual em sua adolescência – primeiro quando foi 'chantageado' para fazer sexo pela primeira vez quando tinha 15 anos e depois quando foi 'abusado' por um homem quando ele tinha 18 anos, e estava inconsciente no banco traseiro de uma van.

O ator de 51 anos explica que decidiu apenas contar essas passagens em seu livro, mas sem dar maiores detalhes sobre o ocorrido no passado.

Matthew comentou em entrevista à jornalista Tamron Hall:

"Não acho que tenha algo construtivo sobre contar os detalhes… Eu acho que esses detalhes, a não ser que eu tivesse algo construtivo que pudesse relacionar às pessoas, eu acho que esses detalhes seriam usados para voyerismo. Poderia ser o tipo de coisa que sairia na mídia como 'leiam os detalhes de quando Matthew foi abusado'… ou 'leiam sobre como ele foi chantageado'… e essas seriam notícias erradas. Eu também escrevi no livro que nunca me senti como vítima", justifica.

McConaughey disse que esses dois eventos aconteceram aos 15 e 18 anos, quando ele já entendia melhor as coisas:

"Acho que se isso tivesse acontecido quando eu era mais novo, talvez eu teria ficado mais confuso. Mas quando aconteceu, parecia bem claro que eles estavam errados, que não era o ideal, que não era para ser daquele jeito. Então acho que ter essa clareza significa que talvez isso não tenha ficado em mim, não tenha me confundido depois ou não deixou uma visão que não era realista sobre como o mundo deve funcionar", explica.
 

Outras revelações

Pouco a pouco novas revelações vão surgindo, extraídas da nova autobiografia de Matthew McConaughey. E o ator contou uma das passagens que escreveu no livro, durante entrevista com Oprah Winfrey em seu programa da Apple TV+, The Oprah Conversation, dizendo que quase deixou de atuar para ser um guia ou líder de orquestra sinfônica.

O astro de Hollywood considerou desistir de sua profissão como ator quando tentou se afastar das comédias românticas e tentou algo mais sério, enquanto tinha uma variedade de carreiras em mente.

Ele admitiu à Oprah: "Eu pensei em outras carreiras, pensei em ser técnico de futebol do colegial, líder de orquestra sinfônica, guia, professor. Não queria voltar."

Mas Matthew afirma que depois de muitas tentativas e muito pensar, ele percebeu que devia continuar em sua carreira, pois sabia que viriam grandes recompensas mais tarde.

"Do mesmo jeito que fiquei na Austrália por um ano, era isso. E comecei a entender que quanto mais difícil ficava, melhores seriam as recompensas do outro lado… 'Fica nisso, não puxa o paraquedas, McConaughey'", disse.

Matthew McConaughey conta sua reação ao conhecer a esposa Camila Alves
Matthew McConaughey foi abusado sexualmente aos 18 anos