Notícias às 18:00

Mauricio de Souza homenageia Quino: ‘Irmãos latino-americanos’

Divulgação/Montagem

Mauricio de Sousa se manifestou sobre a morte do cartunista Quino, que morreu nesta quarta-feira (30), aos 88 anos, segundo a imprensa vítima de um AVC (Acidente Vascular Cerebral).  

“O amigo Quino está agora desenhando pelo universo com aqueles traços lindos e com um humor certeiro como sempre fez. Criou sua Mafalda, hoje de todos nós, no mesmo ano em que eu criei a Mônica, em 1963”, iniciou ele.

O criador da Turma da Mônica prosseguiu com seu relato.

“Por isso, nos tornamos irmãos latino-americanos para desbravar o mundo dos quadrinhos. Estive com ele em 2015, em Buenos Aires, no Centro Cultural Brasil-Argentina, onde o presenteei com uma Mônica ao lado da Mafalda na comemoração dos 50 anos das duas personagens”, relembrou.

O cartunista brasileiro concluiu seu tributo ao colega de ofício.  

“Uma pessoa dócil e um dos maiores desenhistas de humor de todos os tempos. Quino vive agora mais forte dentro de nós”, disse.

Tristeza no mundo dos cartoons

Uma notícia mega triste para o mundo dos cartoons. Morreu nesta quarta-feira (30) o cartunista argentino conhecido por criar as histórias em quadrinhos da personagem Mafalda, Quino. Aos 88 anos, segundo a imprensa argentina, ele sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC). A causa morte ainda não foi divulgada.

"Quino morreu. Todas as pessoas boas do país e do mundo ficarão de luto por ele", escreveu o editor Daniel Divinsky, no Twitter.

Joaquín Salvador Lavado, nome de batismo de Quino, nasceu em Mendonza, na Argentina. Ele foi o criador das histórias em quadrinhos mais traduzidas da língua espanhola.

Mauricio de Souza homenageia Neymar Jr. em seus quadrinhos
Turma da Mônica TV disponibiliza conteúdo on demand