Notícias às 20:00

Meghan Markle é acusada de plágio com novo livro

Vários usuários nas redes sociais acusaram Meghan Markle de plágio com seu novo livro The Bench (O Banco), que será lançado em junho, e que está inspirado na relação de seu filho Archie com o pai, o Príncipe Harry. 

Após a notícia ser difundida, algumas pessoas acusaram que seu livro pode ser uma cópia do livro 'The Boy on the Bench', da autora britânica Corrinne Averiss. 

Uma usuária do Twitter alfinetou: 

"Espero que a autora do livro a processe, essa mulher descarada! The Boy on the Bench, de Corrinne Averiss", escreveu. 

"Quase igual ao livro de Corrinne Averiss, inclusive a capa", acrescentou outro. 

É verdade que as capas são parecidas, e também é certo que são obras ilustradas, mas segundo a própria Corrinne 'as histórias não são parecidas'. 

No livro da duquesa ela explora a relação entre pais e filhos. Já em The Boy on the Bench, a história é sobre Tom, um menino sentado em um banco de um parque com seu pai. Embora ele queira brincar com as outras crianças, ele não se atreve e acha que não tem espaço para ele. Tudo muda quando uma das crianças do parque perde um ursinho e ele  decide ajudar. 

Para esclarecer ainda mais esse mal-entendido, a própria Corrinne Averiss já publicou em seu Twitter que o livro de Meghan não é plágio. Ela comentou: 

"Ao ler a descrição e ver o extrato publicado do novo livro da duquesa, vejo que não é a mesma história e nem o mesmo tema que The Boy on the Bench. Não vejo semelhança", assegurou a escritora no dia 5 de maio, para acabar de uma vez por todas com as comparações. 

Críticas 

Piers Morgan não ia ficar calado com a notícia do novo livro infantil – The Bench – que Meghan Markle, vai lançar em breve, inspirado na relação do Príncipe Harry com seu filho Archie. 

O livro da Duquesa de Sussex começou como um poema que ela escreveu para Harry no primeiro dia dos pais após o nascimento de Archie. O poema foi então adaptado em uma história que a editora Random House Children’s Books está publicando. 

Em sua coluna para a MailOnline, o ex-apresentador do Good Morning Britain, de 56 anos, acusou Meghan de hipocrisia ao comentar que o livro foi escrito desde o olhar inclusivo de uma mãe, devido ao seu próprio relacionamento difícil com seu próprio pai, Thomas Markle. 

“Para que não esqueçamos. A Sra. Markle deserdou implacavelmente seu pai, Thomas, e se recusa a ter qualquer coisa com ele, apesar do fato de eles agora viverem a apenas 110km um do outro ", afirmou Morgan, acrescentando: "Ela também teria renegado todos os outros Markle, nenhum dos quais foram convidados para seu casamento. Isso não parece ser alguém muito interessado em operar 'uma lente inclusiva' para mim. Na verdade, parece uma lente singularmente exclusiva.”, alfinetou. 

Parece que o apresentador não tem receio de bater de frente contra Meghan Markle. De acordo com o jornal The Sun, foi relatado que Meghan estava montando uma equipe jurídica para responder às inúmeras acusações e comentários de Piers sobre ela e sua família.