Notícias às 04:01

Mena Suvari lança livro polêmico e cita Kevin Spacey

Mena Suvari capa de livro fotomontagem kevin spacey

Reprodução/Instagram/Fotomontagem

Mena Suvari acaba de lançar o livro “The Great Peace”. Na obra, ela cita o ator Kevin Spacey, com quem trabalhou no filme “Beleza Americana”, em 1999, e que foi ‘cancelado’ por Hollywood após várias acusações de abuso sexual. No filme Spacey ganhou um Oscar por seu papel de Lester Burnham, um marido e pai suburbano em meio a uma crise de meia-idade, que fica obcecado pela melhor amiga de sua filha, Angela, interpretada por Suvari.

E justamente em seu livro, Mena fala de uma cena que teve que rodar com o ator, em que Lester e Angela deitam em um sofá juntos. Suvari escreve que no set, Spacey a levou ‘para um pequeno quarto com uma cama’, onde eles se deitaram, um de frente para o outro enquanto ele a segurava ‘levemente’.

Suvari, de 42 anos, disse que não sabe se foi uma instrução do diretor Sam Mendes na época, mas descreve a tática como ‘uma jogada de gênio’, pois depois desse contato eles passaram a filmar uma cena íntima com ternura e sinceridade.

Segundo a revista People, a atriz teve que se justificar sobre o motivo que a levou a tocar no nome de Spacey em seu livro, e ela explica que incluiu a história, não para dizer nada contra Spacey, e sim para mostrar como, quando aos seus 20 e poucos anos naquela época, ela não questionou a situação.

Suvari disse: “Tentei compartilhar essa história em conexão com as outras que vieram antes dela para mostrar onde eu estava e para criar uma conversa sobre isso, porque, novamente ”, afirmou.

Em “The Great Peace”, Suvari fala de seus relacionamentos abusivos do passado, suas lutas com a autoestima e imagem corporal, abuso de substâncias e problemas financeiros.

ABUSADA AOS 12 ANOS DE IDADE

Mena Suvari revelou que foi abusada sexualmente aos 12 anos. Depois de se mudar para Los Angeles, ainda adolescente para atuar, houve uma série de encontros tóxicos que ela não questionou na época com pessoas que a levaram a situações sexuais nas quais ela nem sempre estava confortável. Ela diz que o álcool e as drogas a ajudaram a lidar com a situação, o que a levou ao uso de metanfetamina.

A atriz dá créditos às terapias por permitir que ela olhasse para trás e se permitisse ver como foi tratada e o tipo de coisas que encontrou no caminho.

“Compartilhar minha história é sobre recuperar meu poder e assumir o que aconteceu. “, justifica.

Mena também está desenvolvendo uma série de TV inspirada em sua vida.

Atualmente a atriz está em um casamento saudável com seu terceiro marido, o decorador Michael Hope.

Eles deram as boas-vindas ao seu primeiro filho, um menino.

MUNDO VEGANO

Mena Suvari, que teve seu primeiro filho em abril passado, tirou a roupa recentemente para um novo anúncio da PETA – Pessoas pelo tratamento ético dos animais. A atriz, que é vegana, aparece em um novo anúncio da organização que luta pelos direitos animais.

Ela compartilhou no Instagram imagem da campanha ‘Go Vegan, Baby!’, cobrindo os seios com seus longos cabelos e na época, grávida, cobriu a barriga com um abacate enorme.

Vegana desde 2017, Mena aproveitou a oportunidade para compartilhar sua decisão sobre sua alimentação:

“Com tudo que sei sobre a crueldade da indústria da carne e os benefícios de ser vegana para a saúde, eu sabia que queria criar meu filho para ser um pessoa gentil, amorosa e empática, e acho que isso pode começar com a maneira como comemos em família.”

Mena Suvari se junta a artistas como Alicia Silverstone e Emily Deschanel, que falaram abertamente sobre os benefícios de uma gravidez vegana saudável.

Suvari revelou que estava grávida em outubro. Seu filho com o marido Michael Hope nasceu em abril.

Compartilhando as novidades do bebê com a revista People, a atriz comentou: “É tudo o que sempre quis por anos! Foi uma experiência muito emocionante. Foi muito estranho descobrir que eu estava grávida. Eu estava tipo, ‘Eu não posso acreditar!.”.