Notícias às 16:10

Michael Jackson do ‘Domingão’ entra para a faculdade aos 59 anos

Foto: Reprodução/ Instagram

Dificilmente alguém que já assistiu ao “Domingão do Faustão”, em algum momento na vida, não conheça a Michael Jackson do auditório. Fausto Silva a chamava carinhosamente de “Mary Jackson” e fazia questão de ter a animada figura em seu programa. Com a pandemia, Maria José Matos da Silva Gomes deixou de participar de seu maior lazer, mas não perdeu o contato, dando o ar da graça algumas vezes na plateia virtual. Agora, aos 59 anos, ao mesmo tempo em que lamenta o fim da atração, Zezé comemora a entrada na faculdade de Letras-Português, na Universidade Estácio de Sá, no Rio de Janeiro. 

O motivo da opção por Letras? Melhorar o português e investir ainda mais na personagem Mary Jackson, que por 32 anos ininterruptos animou a plateia do “Domingão do Faustão”.

A relação de Maria e Fausto Silva era de amizade. A primeira roupa que igual a do astro pop que ela vestiu, foi um presente do Faustão. Depois, uma costureira copiava os figurinos.

Por amor

Mary Jackson contou que, primeiramente, ia ao programa mais por amor a Fausto Silva. Dois anos depois de sua frequência semanal, o apresentador criou uma agência que passou a pagar uma diária de R $ 110, por programa, para os animadores de plateia. Somadoa esse valor, está salário de diarista, totalizando R$ 1.500 com o qual ela pretende pagar o aluguel da casa simples onde mora, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, e a faculdade.

Quando o programa passou a ser gravado em São Paulo, Mary Jackson ia de ônibus pago pelo programa, numa caravana com refeição incluída. O desejo, agora, é reencontrar o apresentador, que deixou a Globo. A diarista tem Fausto como amigo. Ele sempre deu conselhos para ela melhorar, estudar e ter mais desenvoltura na arte. 

“Devo muito a ele. Sou conhecida em todo o Brasil graças a Deus e ao Faustão. Se Deus quiser, vamos nos reencontrar”, disse ela à reportagem de OFuxico.