Notícias às 13:13

Mônica Martelli não supera a morte do Paulo Gustavo: “Saudade é pouco”

Paulo Gustavo e Mônica Martelli em cena de Minha Vida em Marte
Divulgação/Minha Vida em Marte

Na noite de segunda-feira, 13 de junho, Mônica Martelli fez um desabafo durante sua entrevista no “Conversa com Bial”, da Globo. A atriz falou que não consegue superar a morte do seu grande amigo, o humorista Paulo Gustavo, que aconteceu no dia 04 de maio de 2021, quando ele foi vítima de complicações da covid-19.

“O luto é uma coisa muito louca porque são várias fases, que eu já conhecia, mas é totalmente instável. Não tem aceitação. Quando alguém pergunta se eu sinto muita saudade, eu falo que saudade é uma palavra que não dá conta para o que eu sinto, é pouco, é uma falta diária daquela pessoa que te ligava o dia inteiro”, contou.

Leia+: Saia Justa Verão debateu ‘amor e gambiarra’. Veja!

Martelli disse que o ator interferia e participava diariamente da sua vida, em todos os sentidos.

“Ele opinava muito na minha vida, Paulo Gustavo interferia diretamente na minha vida. Todas as dúvidas que eu tinha, se fazia um programa ou não… Eu confiava na cabeça dele, na visão que ele tinha de mundo. Ele era muito inteligente.”

MINHA VIDA EM MARTE 2

Mônica e Paulo atuaram juntos em “Minha Vida em Marte”, filme do qual ela guardou num canto da sua vida depois que ele fez a passagem e afirmou que pensou até em desistir do roteiro, mas acabou dando continuidade à história.

“A minha vida foi pautada em tudo que eu faço e vivo, eu faço essa doação. É uma forma de eu me curar, botar para fora. A peça ‘Minha Vida Em Marte’ é a minha separação, coloquei ali toda a minha dor e todo o meu sofrimento. Tudo que eu passo na minha vida, eu escrevo. Vou escrever esse luto. Aí resolvi fazer o segundo filme.”

Siga OFuxico no Google News e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!