Notícias às 11:40

Morre aos 64 anos o empresário e DJ Ângelo Leuzzi

Reprodução/Instagram

Morreu, aos 64 anos de idade, na última quarta-feira (22), o empresário e DJ Ângelo Leuzzi. Uma das figuras mais importantes e conhecidas da noite paulistana, ele foi o responsável principalmente por fundar, na década de 90, a discoteca Rose Bom Bom.

Titãs, Engenheiros do Hawaii e Ultraje a Rigor, entre vários outros artistas, chegaram a se apresentar no badalado local.

Leuzzi também ficou conhecido pela fundação das casas noturnas Columbia, Lov.e e BASE, entre diversos outros importantes projetos que marcaram a carreira.

O mais recente empreendimento do empresário foi a casa Amore Bar e Discoteca, aberta em 2019, no bairro Jardim Paulista.

O local tem feito sucesso, principalmente pelo retorno nostálgico ao passado com a proposta dos clubes de dança paulistanos das décadas de 80 e 90.

Ângelo Leuzzi foi casado com a ex-modelo, atriz e pintora Cláudia Liz, com quem, aliás, teve um filho, Lucca Salvatore.

“Não foi Covid-19. Ele para muitos foi uma pessoa muito importante, assim como foi e sempre será para mim. Estou bem dentro do possível. Assim que passar um pouco do choque eu retomo conversas. Quero que vocês lembrem bem dele, e tudo que ele deixou para nós nesse mundo”, escreveu o rapaz, afirmando ainda que o pai será cremado.

“Queridos amigos é com imensa tristeza que comunico o falecimento de Ângelo Leuzzi, pai do meu filho. Quem puder fazer um oração eu e Lucca agradecemos muito”, escreveu Cláudia, em postagem que fez, no Instagram.

O empresário e DJ também foi casado com Flavia Ceccato, com quem, aliás, fundou a Lov.e.

“Agradeço por cada ensinamento, por ter sido tão responsável pela mulher que me tornei. Eu sinto muito, muito, muito. Vai em paz Ângelo Leuzzi”, escreveu ela, no Facebook.