Notícias às 23:00

Na TV, assassino Guilherme de Pádua pede perdão à Gloria Perez

Reprodução TV e Twitter

Neste domingo (9), uma entrevista exibida pelo programa Domingo Espetacular, da Record, relembrou o trágico caso do assassinato da atriz Daniella Perez, morta em dezembro de 1992 pelo ator Guilherme de Pádua, que na época contracenava com ela na novela De Corpo e Alma, escrita por sua mãe, Glória Perez.

O caso chocou o país. Daniela foi vítima de Guilherme e sua mulher, Paula Thomaz, que estava grávida de quatro meses. Os assassinos dispararam 18 golpes de faca contra a atriz.

Durante conversa com o repórter Marcelo Rezende, Guilherme de Pádua contou que foi ele quem tramou o assassinato da atriz e confessou ter se aproximado da atriz por interesse de ganhar mais espaço na novela.

Guilherme contou ainda que o crime foi motivado principalmente pela vaidade e o ciúme de sua ex-mulher, Paula Thomaz. Ele disse que Daniella foi até o local do crime sem discutir. Lá eles teriam se encontrado com Paula e as duas começaram uma discussão que resultou no crime.

"Eu me sinto extremamente culpado. Se fosse só a minha ex-mulher e a Daniella não existiria crime",

Ainda durante a entrevista ele garantiu que assumiu ser o assassino para livrar a ex-mulher, que estava grávida.

Com ar de bom moço, Guilherme disse que, na prisão, chegou a pensar em suicídio, mas mudou de idéia após receber a carta de uma senhora que pedia para ele não desistir. Depois disso, ele se converteu e garante ter entregado a sua vida para Cristo.

Rezende quis saber se Guilherme tem algo que gostaria de dizer à Glória Perez. O assassino falou em perdão: "É tanta coisa que eu nem sei. Eu pediria só perdão. Não tenho como fazer nada por ela, não tenho esse poder. Eu sou a pessoa que fiz mal à ela".

Glória Perez relembra os 19 anos da morte da filha Daniella
Revista revela como vivem os assassinos de Daniela Perez, 20 anos depois

Assim que a reportagem foi exibida, Glória Perez usou sua página no Twitter para expressar sua indignação com algumas frases:

“Esse FDP porque estava sendo reduzido na novela vingou-se: emboscou Daniela, desacordou com um soco, deu 18 estocadas e foi abraçar nossa família”.

“Quem quiser saber porque esse michê vagabundo foi condenado, aqui está o processo: http://gloriafperez.net”.

“Porque ele não conta que abriu mão do filho, que foi aditado pelo padrasto?”.

“A desonestidade do dr. Mauro Ricart é gritante: aqui a pericia falando do soco que o criminoso deu na hora da emboscada”.

“O assassino abraçou Raul (Gazola, marido de Daniela) dizendo: força cara, eu estou aqui #nojo”.

Na TV, o assassino Guilherme de Pádua pede perdão à Gloria Perez