Notícias às 11:00

Namorada de Rafael Miguel lamenta um ano do crime: ‘Só queria chorar’

Reprodução/Instagram

Na última terça-feira (9), completou um ano da morte de Rafael Miguel. O ator foi morto por Paulo Cupertino, pai de sua namorada Isabela Tibcherani, que também matou os sogros da filha.

Em sua conta no Instagram, Isabela fez um desabafo sobre o caso.

"Estou exausta. Sabia que esse dia chegaria, mas não esperava não me sentir capaz de passar por ele. Um ano de muita confusão mental, tentativas diárias de entender o que aconteceu com a minha vida e o porquê, mas, até hoje, nada. Eu não esperava vir até aqui falar mas, sinto que é necessário dizer o quão cansada emocionalmente eu estou, tanto que se torna físico, gera desânimo, desesperança. Nunca quis nada disso e me questiono, até hoje, o porquê de coisas ruins acontecerem, diariamente, com pessoas boas e os reais culpados continuarem impunes", começou ela.

Em seguida, a jovem afirmou que gostaria de voltar no tempo.

"Eu não tenho muito a dizer, só queria chorar, chorar muito. Sendo sincera, sendo humana, só posso expressar o quanto queria voltar no tempo e abraçá-los, não sentir mais esse aperto. A vida não é a mesma e vivo com essa constante necessidade de me adaptar ao ambiente, me acostumar com a estranheza de ser obrigada a viver normalmente, quando por dentro tudo ainda é caos. Desculpem, mas não sei ser tão forte quanto esperam que eu seja", concluiu.

Em seu Instagram Stories, Isabela lamentou as saudades do amado.

"Não aguento mais ver seu rosto em todos os lugares e, cada vez que eu vejo, meu coração palpita. Saudade infinita, meu bem. Um ano seu o seu sorriso para me alegrar", escreveu.

Paulo Cupertino segue foragido da polícia.

Isabela Tibcherani lamenta um ano da morte de Rafael Miguel

Relembre o caso

 

Rafael Miguel, de 22 anos, foi assassinado a tiros juntamente com os pais, em junho do ano passado, em São Paulo. O jovem ator era famoso por ter interpretado o personagem Paçoca, no remake de Chiquititas, do SBT, e por estrelar um famoso comercial da Sustagen, no qual pedia para que a mãe comprasse brócolis no supermercado.

Ao lado dos pais João e Miriam, Rafael tinha ido à casa da namorada, Isabela Tibcherani, de 18 anos. Por lá, foram recebidos pela jovem e pela mãe para conversar sobre o relacionamento dos dois. Em seguida, o pai da moça teria chegado armado ao local e atirado contra as vítimas.

Em nota, a assessoria da Segurança Pública de São Paulo informou:

"João Alcisio Miguel, de 52 anos, Miriam Selma Miguel, de 50, e Rafael Henrique Miguel, de 22, morreram após serem baleados, por volta das 13h55 de domingo (9), na Estrada do Alvarenga, no bairro Pedreira, na zona sul da Capital. O caso é investigado pelo 98º Distrito Policial (Jardim Miriam) e as equipes estão em diligência para localizar e prender o autor do crime”.

O casal namorava há pouco mais de um ano. Nas redes sociais, a última postagem de Rafael era uma homenagem a Isabela. 

Irmã de Rafael Miguel: 'Não é fácil seguir o caminho da paz'
Namorada de Rafael Miguel rebate críticas: 'Reviver me faz mais mal'
Namorada de Rafael Miguel cobra prisão do pai