Notícias às 16:22

Nego do Borel é proibido pela Justiça de citar Duda Reis

Reprodução/Instagram

A revelação de que Duda Reis viveu um relacionamento abusivo com Nego do Borel continua tendo desdobramentos, inclusive na quebra de parcerias que o cantor possuía.

Porém, de acordo com o colunista Leo Dias, do site Metrópoles, a briga entre eles ganhou um novo capítulo na Justiça: o cantor está proibido de citar o nome da ex a partir desta sexta-feira (15).

Após Izabella Borges e Gizelly Bicalho, advogadas de Reis, entrarem com um pedido de medida protetiva urgente, o artista, além de não falar o nome de Duda, está proibido de se aproximar dela e da família, assim como de fazer contato com eles.

“Ante o exposto, concedo as seguintes medidas protetivas de urgência:

a) proibição de aproximação da ofendida, de seus pais Simone de Carvalho Reis Barreiros e Luiz Fernando Luz Barreiros e irmã, Amanda Reis Barreiros, pela distância mínima de 500 metros;

b) proibição de contato com a ofendida, com seus pais Simone de Carvalho Reis Barreiros e Luiz Fernando Luz Barreiros e irmã, Amanda Reis Barreiros por qualquer meio de comunicação (e-mail, mensagem de texto, telefone, carta, redes sociais e, inclusive, interposta pessoa);

c) proibição de frequentação de locais que a ofendida, seus pais Simone de Carvalho Reis Barreiros e Luiz Fernando Luz Barreiros e irmã, Amanda Reis Barreiros, costumam ir ou estejam (residência, local de estudo, trabalho e/ou lazer), mesmo que tenham chegado anteriormente ao local”, afirma o processo.

“Ressalte-se que a medida protetiva de proibição de contato proíbe o requerido de ‘marcar’ o nome da vítima, e de seus familiares (pais e irmã) em postagens que ele faça em quaisquer redes sociais, bem como comente postagens de qualquer um deles ou envie qualquer tipo de mensagem”, completa o texto da ordem restritiva.

Após denúncia de Duda, polícia encontra arma de paintball na casa de Nego do Borel
Ex-affair de Nego do Borel se pronuncia após exposição de traições

Duda Reis chora na delegacia da mulher

Duda Reis publicou Stories na quinta-feira (14) após ir à Delegacia de Defesa da Mulher, em São Paulo. Em lágrimas, a atriz agradeceu o apoio das advogadas, Gizelly Bicalho e Izabella Borges, e de toda a equipe que a atendeu no local.

"Acabei de sair da delegacia. Só vim aqui para falar com vocês e explicar um pouquinho. É um misto de sentimentos que estou sentindo. Em primeira mão, eu queria agradecer muito minhas advogadas, por todo o acolhimento que recebi da Delegacia da Mulher. Obrigada pelo apoio de vocês, mesmo”, agradeceu a jovem.

Mais cedo, Duda já tinha compartilhado uma frase do local.

“Eu não serei livre enquanto alguma mulher for prisioneira, mesmo que as correntes delas sejam diferentes das minhas”.

Duda Reis expôs nas redes sociais tudo o que passou ao lado do ex-noivo, Nego do Borel, e contou ter sido vítima de agressões físicas e psicológicas.

O programa Balanço Geral, da Record TV, teve acesso ao boletim de ocorrência e afirmou que Duda relatou “sexo forçado” com o cantor e ainda que ela vivia sobe efeitos de remédios.

Duda Reis chora ao deixar a Delegacia da Mulher