Notícias às 09:00

Netflix ‘não está feliz’ com Príncipe Harry e Meghan Markle

Príncipe Harry, Meghan Markle
Foto: Reprodução/YouTube

Príncipe Harry e Meghan Markle tem um contrato milionário com a Netflix, mas segundo um comentarista real a plataforma de streaming não está feliz com o comportamento dos Duques de Sussex, fechando vários acordos, fazendo novos empreendimentos, quando deveriam estar focados no acordo de conteúdo que tem com a companhia.

Desde que eles deixaram a Família Real em março passado, o casal agora residente nos Estados Unidos assumiu uma variedade de novos papéis, incluindo assinar acordos com os gigantes de streaming Spotify e Netflix.

Mais recentemente, Harry e Meghan receberam críticas de alguns comentaristas depois de assumir funções como ‘parceiros de impacto’ na empresa de investimento sustentável ‘Ethic’.

Agora, falando em seu canal no YouTube, o comentarista real Neil Sean sugeriu que a gestão das novas oportunidades de negócios dos Sussex está causando preocupação em seus ‘chefes’:

Veja+: Harry pede ajuda para salvar rio na África

“Fontes internas me disseram que algumas dessas empresas estão bastante nervosas… E tudo isso tem a ver com o fato de que eles acham que tanto Harry quanto Meghan Markle, estão se espalhando demais. O trabalho mais recente deles foi assinar um acordo com o banco Ethic… isso já é estranho por si mesmo, porque, como todos sabemos, o que Harry e Meghan sabem sobre finanças?”, afirma.

“Outras fontes me disseram que essas companhias [Spotify, Netflix] vão querer um retorno muito em breve… E muito em breve, eu sugeriria no início de 2022. Muitas dessas grandes empresas não se importam muito, porque obtêm grande quantidade de relações públicas de sua associação, mas seus acionistas e patrocinadores, e é claro, gente como você e eu, que continuamos a ter que pagar por essas assinaturas, queremos ver algo que explique por que nossas assinaturas continuam aumentando”, criticou Neil.

Veja+: Harry e Meghan fecham contrato com empresa de investimentos

DE VOLTA ÀS REDES SOCIAIS?

Príncipe Harry e Meghan Markle chocaram os fãs ao deixarem suas redes sociais depois que eles abandonaram seus papéis como membros-seniors da família real britânica no ano passado. A página oficial dos Duques de Sussex no Instagram tinha mais de 11 milhões de seguidores, e após a desistência do casal, esse número foi diminuindo.

Porém agora, há boatos de que Harry e Meghan podem estar planejando voltar a marcar presença nas plataformas.

Talvez porque sabem que as redes sociais são importantes na hora de promover seus projetos, o casal deixou claro em sua última mensagem no Instagram que ‘em breve’ voltarão a se ‘reconectar’ com a comunidade.

A legenda explicava : “Embora vocês não possam nos ver aqui, o trabalho continua. Obrigado a esta comunidade – pelo apoio, inspiração e compromisso compartilhado com o bem no mundo. Estamos ansiosos para nos reconectarmos em breve. Vocês tem sido ótimos!”.

Veja+: Herança do Príncipe Philip terá de esperar

Em entrevista ao jornal Express, a comentarista real Robert Fiorito confirmou o rumor de que os Duques de Sussex devem voltar à mídia social, principalmente agora que foram nomeados pela revista Time, como duas das pessoas mais influentes do mundo:

“Eles poderiam estar se preparando para estender sua influência e inspirar fãs mais uma vez no Instagram ou em outras plataformas de mídia social.”, sugere Fiorito.

E uma pista de que eles estão trabalhando em sua presença na mídia é que o casal foi acompanhado por um fotógrafo e cinegrafista durante sua recente viagem a Nova York. Enquanto estavam na costa leste, os Sussex visitaram o One World Trade Center e fizeram uma aparição no Global Citizen Live.

“Eu estava lendo muito sobre Meghan e Harry tendo uma câmera de vídeo e um fotógrafo os seguindo. Não vimos nenhuma atualização do Archewell quando eles estiveram em Nova York, então veremos toneladas de filmagens disso. Talvez haja um documentário da Netflix em andamento. Há especulações de que eles estão relançando seus canais sociais e tudo isso é conteúdo para as plataformas”, indicou Roberta Fiorito em seu podcast Royally Obsessed.