Notícias às 17:10

Barcelona e Neymar assinam acordo e encerram disputa judicial amigavelmente

Barcelona assina acordo com Neymar e encerra processo judicial

Reprodução Instagram

Neymar, 29 anos, que em 2016 tinha assinado um contrato com o Barcelona por 222 milhões de euros, saiu para o PCG. O clube catalão exigiu uma indenização de 22,5 milhões, mas a disputa judicial terminou.

Tudo indica que acabou a briga entre Neymar e o Barcelona. O time espanhol anunciou nesta terça-feira, 27 de julho, que foi encerrado, de forma “amigável e extrajudicial”, os quatro processos que corriam na justiça desde a saída do jogador para o Paris Saint-Germain, em 2017.

Veja+: Ex-parça de Neymar diz que craque é um ‘fura-olho’

Em nota divulgada no site oficial, o FC Barcelona garante que “foi alcançado um acordo transacional entre clube e jogador” para colocar fim aos três processos de trabalho e um cível que estavam pendentes na Justiça.

A equipe espanhola não revelou valores do acordo e representantes de Neymar também não se pronunciaram sobre o caso.

Veja +: Casa de Neymar é invadida, na França

A briga judicial teve início em 2017, após Neymar afirmar que alguns bônus salariais não foram pagos a ele antes de sua transferência ao Paris Saint-Germain. Por conta disso o brasileiro abriu um processo contra o clube catalão exigindo 46,3 milhões de euros (R$ 283,2 milhões). Por outro lado, a Justiça espanhola determinou que o craque deveria devolver cerca de 6 milhões de euros (R$ 40 milhões) ao Barcelona pela quebra do contrato

Neymar reivindicava que o  Barcelona completasse o pagamento de 64,4 milhões de euros  (R$ 394 milhões) acordados em 2016 na assinatura do contrato. O Barcelona argumentava que fez o  primeiro pagamento de 20,75 milhões de euros ( R$ 127 milhões), mas quando Neymar assinou com o PSG em agosto de 2017, recebendo o valor recorde de 222 milhões de euros (1 bilhão trezentos e cinquenta reais) o time catalão não pagou os 43,6 milhões restantes (R$ 265 milhões).

Veja +: Ator dá um “puxão de orelha” em Neymar

Em junho de 2020, a Justiça espanhola deu ganho de causa para o Barcelona e condenou Neymar a pagar para o clube 22,5 milhões de euros de euros (R$ 137 milhões) por “quebra de contrato” feita pelo brasileiro que violou o acordo ao assinar com os franceses

Neymar, de 29 anos, jogou pelo Barcelona entre 2013 e 2017, participou de 186 partidas e marcou 105 gols. No PSG o brasileiro contabiliza 116 partidas e 87 gols.