Notícias às 08:00

O que há de errado com a autópsia de Matthew Perry?

Matthew Perry
Matthew Perry / Reprodução / Instagram /@mattyperry4

O relatório toxicológico inicial de Matthew Perry não foi conclusivo, segundo o médico legista do condado de Los Angeles. O ator aparentemente morreu afogado na banheira de hidromassagem de sua mansão, em 28 de outubro. Na época, foi relatado que nenhuma droga foi descoberta no local e não havia indícios de crime. Mais tarde, foi revelado que os exames iniciais não mostraram nenhum fentanil ou metanfetamina no sistema de Matthew no momento da morte, sendo a causa da morte ainda desconhecida.

Mas agora, em uma entrevista com a “Fox News”, o ex-legista-chefe da cidade de Nova York, Dr. Michael Baden, se perguntou por que a causa da morte ainda não havia sido divulgada.

Para Baden há algo ali que o legista não tem certeza e quer elucidar: “Se Matthew Perry tivesse morrido de ataque cardíaco, isso seria imediatamente aparente, e eles teriam dito isso”, observou. “Deve haver alguma razão para eles estarem atrasando o resto [dos exames]”, comenta.

O médico também disse que o fato de Matthew ter sido encontrado em uma banheira de hidromassagem “levanta imediatamente questões sobre afogamento ou mesmo insolação”.

“Certamente é possível que ele tenha morrido de causas naturais, especialmente devido ao seu histórico de cirurgias e emergências médicas”, disse.

Lembrando que na casa do ator foi encontrado um medicamento para tratar DPOC, uma doença pulmonar que obstrui as vias aéreas, tornando a respiração difícil.

Os principais sintomas da DPOC são: falta de ar aos esforços, que pode progredir até para atividades corriqueiras como trocar de roupas ou tomar banho; pigarro, tosse crônica, tosse com secreção e que piora pela manhã. Naquele dia ele fez esforço físico e chegando em casa foi logo para a hidromassagem com água quente, uma possível receita para a tragédia, em seu caso.

As estrelas de “Friends” e a família de Matthew Perry se reuniram para dar o último adeus ao ator, que morreu dia 28 de outubro, em Los Angeles, aos 54 anos. Os entes queridos de Perry se reuniram no cemitério Forest Lawn Memorial Park, na tarde de sexta-feira (3), para seu enterro. O cemitério, que fica em frente aos estúdios da Warner, onde Friends foi filmado por uma década, foi escolhido como o local do descanso final do ator. Lá estão outros famosos enterrados, como Michael Jackson, Elizabeth Taylor, Aaron Carter, e muitos outros.

Embora a cerimônia de despedida tenha sido intimista e familiar, um memorial está sendo programado para prestar uma grande homenagem ao intérprete de Chandler Bing. Segundo a revista “OK!”, isso pode acontecer dentro de algumas semanas, e possivelmente antes do Natal.

“Ele receberá a homenagem que realmente merece, e parte do público que tanto o amava, poderá estar presente”, revelou a fonte.

O mesmo informante contou que os atores da série, amigos de Perry, ainda estão em choque ‘tentando assimilar’ essa tragédia pessoal, e ainda fez uma revelação: “Todos estão com esse sentimento de ‘eu poderia ter estado mais perto dele’… é realmente muito triste tudo”, afirma.

Notícias Relacionadas