Notícias às 11:00

Olivia Newton-John vê o câncer como um ‘presente’

Reprodução/Instagram

Em uma nova conversa com o jornal The Guardian, a atriz e cantora Olivia Newton-John, afirmou que vê o câncer como um 'presente, e não gosta de ficar lamentando ou sofrendo por conta da doença. A artista de 72 anos foi diagnosticada com câncer de mama pela terceira vez em 2017, mas ela não se considera 'doente' e nem sente que é algo com o que precisa 'lutar', embora esteja determinada a se sentir tão saudável como possível.

"Eu não me considero doente com câncer. Eu escolho não ver isso como uma luta também porque eu não gosto de guerra. Eu não gosto de  brigar onde quer que seja – seja fora ou em uma guerra dentro do meu corpo. Eu escolho não ver dessa forma. Quero deixar meu corpo saudável e de volta ao equilíbrio. Parte disso é sua atitude mental em relação a ele. Se você pensa: 'Coitada de mim' ou 'Estou doente', então você vai ficar doente… Não sei o que seria sem ele agora. Eu vejo isso como a jornada da minha vida. Isso me deu propósito e intenção e me ensinou muito sobre compaixão", disse. 

"Foi um presente. Eu não desejo isso para mais ninguém. Mas para mim, tem sido importante na minha vida", justifica, acrescentando que para ela cada dia com vida 'é uma bênção' e se sente grata pelo tempo que resta.

"Três vezes de sorte, certo? Vou olhar assim. Olha, acho que todo dia é uma bênção. Você nunca sabe quando seu tempo acaba; todos nós temos uma quantidade finita de tempo neste planeta, e só precisamos ser gratos por isso", explicou.

Olivia – que é casada com John Easterling e tem a filha Chloe de seu primeiro casamento com Matt Lattanzi – foi diagnosticada com a doença pela primeira vez em 1992 e novamente em 2013, então quando a doença voltou novamente em 2017, ela não ficou surpresa.

"Faz parte da minha vida há muito tempo. Eu senti que algo estava errado. É preocupante quando volta, mas pensei: 'Vou superar isso de novo'", disse. 

E a atriz é uma defensora da maconha medicinal para o alívio da dor, mas ela estava 'nervosa' antes de começar a usá-la: "Eu estava nervosa com isso no começo. Mas pude ver os benefícios assim que comecei a usar. Ajuda com ansiedade, ajuda com sono, ajuda com dor", contou. 

Luta contra o câncer 

No ano passado durante entrevista para o programa 60 Minutes Australia, Olivia Newton-John falou um pouco mais de sua luta contra o câncer em estágio quatro. 

Diagnosticada com câncer de mama, em 2017, a mundialmente famosa artista internacional revelou que também tem um tumor na região inferior da coluna. 

“É algo com que eu estou vivendo, mas eu não vejo dessa maneira. É uma escolha. Tudo é uma escolha. Vejo isso como algo em meu corpo do qual estou me livrando. Eu não falo sobre uma batalha ou uma guerra”, chegou a afirmar a estrela do filme de sucesso Grease: Nos Tempos da Brilhantina. 

“Meu corpo parou minha caminhada e disse… 'você não pode se mexer. Agora você terá que analisar tudo e decidir o que deseja fazer'. Eu estou amando ficar em casa e apoiando John (Easterling, marido de Olivia). Eu tenho coisas acontecendo, mas não performances ao vivo, então é um momento realmente adorável”, complementou a cantora e atriz. 

Olivia, aliás, ainda deve leiloar, em novembro desse ano, vários dos itens que usou, na pele da conhecida personagem Sandy, principalmente para arrecadar fundos para o Centro de Pesquisa e Bem-Estar do Câncer. 

Tal organização está batalhando para conseguir realizar estudos clínicos sobre a maconha medicinal.