Notícias às 13:55

Pabllo Vittar ganha prêmio de Homem do Ano: ‘Posso sim’

Reprodução/Instagram

Arrasou! Pabllo Vittar mostrou que pode tudo! A cantora é o ícone do ano na premiação Men Of The Year 2020 (Homem Do Ano 2020) da GQ Brasil e foi a primeira revelada dos 13 premiados do evento, que ganha a sua primeira edição digital na noite desta quinta-feira (3) às 20h. 

Pabllo também é a primeira drag queen a ganhar o título e a capa da revista, que chegará às bancas na próxima sexta-feira (4).

Relembre parcerias de sucesso entre cantoras e drag queens

"Ganhar um Men Of The Year é afirmar que posso, sim, caminhar pelo masculino, pelo feminino e ter sucesso em ambos", conta Pabllo na edição.

Com 26 anos, a artista foi eleita na categoria Ícone por sua contribuição à música pop brasileira, representatividade da comunidade LGBTQIA+ e pelo uso da sua voz na defesa pela inclusão. 

Pabllo Vittar: O que os astros revelam sobre o 2021 da estrela

A premiação, que será transmitida no canal do YouTube e no Instagram da GQ Brasil, Pabllo se junta a outros 12 nomes vencedores nas categorias arte, personalidade, música, liderança, moda, humor, esporte, gastronomia, empreendedorismo, responsabilidade social, televisão, sustentabilidade e Mulher do Ano da revista, prêmio carregado por Anitta em 2019. A apresentação ficará por conta da dupla de humoristas Paulo Vieira e Eduardo Sterblitch.

Sensualidade!

A cantora Pabllo Vittar lançou o seu álbum 111 Deluxe, que traz nove remixes das canções do disco 111 em uma nova roupagem e duas músicas exclusivas e inéditas.

Para ser o lead single do deluxe, a música escolhida foi a de Pabllo com Pocah, intitulada Bandida. Falando de liberdade feminina e empoderamento, a faixa inédita é toda em português e traz uma mistura de eletrônico, pop e funk carioca.

Além disso, faz um sample à “Ai como eu to bandida”, eletrofunk de MC Mayara, de 2012. É uma homenagem de Pabllo ao passado, ao presente e também ao futuro, enaltecendo origens do gênero. A direção ficou por conta da própria artista com Flávio Verne, seu coreógrafo.

“Pabllo é uma amiga querida, temos muitas histórias juntas e essa parceria era uma vontade antiga nossa. Estou muito feliz em participar desse álbum dela, com uma música potente e que vai fazer todo mundo dançar. Agradeço o convite, é uma honra!”, afirmou Pocah

“O video de Bandida traz bastante influências do universo do k-pop, como um todo, além de contraste de cores, cenários, coreografias. Buscamos ambientes que fossem bem diferentes um dos outros e que trouxessem uma estética fashion e ao mesmo tempo também mostrassem situações que são do cotidiano das artistas, como a cama de bronzeamento artificial. A ideia é sempre trazer para o público uma informação visual nova, seja nas cores, na coreografia ou no figurino”, explicou Verne.

 

Saiba mais detalhes sobre o 111 Deluxe

Pabllo Vittar e Pocah protagonizaram cenas bem sensuais no clipe de Bandida

Como é sempre tradição, Pabllo Vittar lança mais um disco de remixes. Dessa vez, a cantora queria fazer algo ainda mais especial, gerando um momento de alegria e entretenimento ao público, visto o contexto tão delicado que vivemos no mundo hoje.

O objetivo dessa coletânea é trazer um pouco das referências e artistas que Pabllo ouve, admira e ama. É como realizar aquele sonho que você sempre teve, tem um gosto diferente e por isso, esse Deluxe, é tão importante para a artista.

“O álbum é muito sobre mim, sobre o que eu tenho escutado e amado, sobre artistas que eu admiro, verdadeiros ídolos. Costumo dizer que é um presente para meus fãs e um presente para mim também”, afirmou Pabllo.

Vittar foi responsável por grande parte da ideia e convite das participações. Ela esteve presente em todo o processo de elaboração e execução do compilado, trazendo ideias, olhares e construindo junto às equipes. Todas as parcerias são pessoas que fizeram e fazem parte da história de Pabllo, direta ou indiretamente – amigos, ídolos, pessoas que ela ama e queria trabalhar.

A curadoria musical de todo o álbum foi feita por Rodrigo Gorky, produtor da cantora e pela equipe da BRABO Music. A premissa era fugir dos remixes tradicionais e inovar.

“Nesse álbum, mais do que remixes, quisemos trazer um frescor diferente e único, com acréscimos de escritas novas às músicas, novos artistas, significados e interpretações. São músicas dançantes, mas cada uma com sua peculiaridade, algumas mais agitadas, outras mais leves, mas sempre com encontro de estilos”, comentou Gorky.

“Pabllo é isso: é uma mistura de ritmos, gêneros. Temos os remixes, mas ao ouvir, você enxerga a essência, a presença dela”, concluiu ele.