Notícias às 02:00

Paul McCartney ensina como praticar ‘yoga ocular’

Reprodução/Instagram

Paul McCartney participou do podcast de Jessie Ware esta semana e comentou sobre práticas de meditação e yoga, seus grandes aliados durante o lockdown da pandemia do coronavírus. 

E o ex-Beatle afirmou que tem feito ultimamente 'yoga ocular', e isso o ajudou a melhorar sua visão. 

O cantor britânico contou que aprendeu a nova técnica com um instrutor de yoga na Índia, para exercitar seus olhos também, e vem fazendo isso regularmente, algo que acredita ter melhorado bastante sua visão. 

E McCartney explicou como são os exercícios para ajudar os olhos: 

"Aprendi com um instrutor de yoga na Índia. Ele explicou que os olhos são músculos. Os ouvidos não são, então não podemos exercitar os ouvidos. Mas os olhos, podemos. Com a cabeça quieta, olhamos para cima o mais longe que podemos, uma, duas, três, e depois voltamos ao meio. Depois olhamos para baixo e voltamos ao meio. Fazemos isso três vezes assim e depois para a esquerda e para a direita. Assim fazemos uma cruz, para cima e para baixo, de um lado para o outro, e depois nas diagonais", ensinou. 

Paul contou que tem muita disciplina quando se trata de fazer exercícios. 

Ele disse: "Tenho uma rotina muito definida. Subo no colchão e faço muita coisa. Depois, faço um elíptico vertical e corro um pouco. Não é um grande exercício, mas é bom. Eu gosto". 

O cantor de 78 anos confessa que as pessoas sempre ficam impressionadas quando o veem na academia. 

Vegetariano, Paul McCartney, também dá crédito aos alimentos que põe em seu corpo: "Hoje em dia podemos obter muitas opções vegetarianas, então não é como nos velhos tempos, quando tínhamos só um brócolis fervido". 

 

Conexão espiritual com George Harrison

Paul McCartney detalhou a comovente forma com a qual continua relembrando George Harrison, 19 anos após a morte de seu companheiro de banda. O ex-Beatle disse à NPR (National Public Radio) em uma entrevista recente que Harrison, um "jardineiro realmente bom" que estava "muito interessado na horticultura", uma vez deu a ele uma árvore como presente. 

"É um grande pinheiro e está do lado da minha porta", disse McCartney. "Quando saio de casa de manhã, saio de carro, fecho a porta, olho a árvore e digo: 'Olá, George'. E está lá, crescendo com força". 

Ele acrescentou sobre a árvore: "À medida que os anos passam, a cada vez que olho, digo: 'Essa é a árvore que George me deu'. George entrou nessa árvore por mim. Espero que ele esteja feliz com isso". 

Harrison morreu em novembro de 2001 aos 58 anos de câncer. 

Na mesma entrevista, McCartney falou sobre suas recordações de John Lennon, que foi assassinado aos 40 anos no dia 8 de dezembro de 1980 na cidade de Nova York. Recentemente completou-se 40 anos de sua morte. 

"Sempre penso nele. Sonho com ele", disse Paul. "É família. Mas as famílias também brigam. Ele era fantástico, e às vezes penso, 'Uau! Me sentei todos esses anos e escrevi músicas com John Len