Notícias às 08:15

Pedro Nercessian testa positivo e fica ‘preso’ na França

Foto: Reprodução/ Instagram

O plano era um, mas teve que ser outro… Pedro Nercessian planejava acompanhar o casamento de seu irmão, mas foi impedido por conta da Covid-19. O ator testou positivo em Cannes, na França, e teve que participar vídeo-chamada. Pedro estava na cidade para cruzar o tapete vermelho do evento com o filme “Nada de Bom Acontece Depois dos 30”, no último dia 15 de julho. Com retorno marcado para o Brasil, ele testou positivo para o coronavírus.

“Fiquei preso por aqui”, contou.

No ar na Record TV na novela “Amor Sem Igual”, o ator não pode viajar de volta ao Brasil e perdeu a cerimônia de casamento de Lucas Nercessian, que aconteceu no sábado, 31 de julho, no Rio de Janeiro.

“O amor não tem distância, mas nesse caso são 8990km do lugar que eu gostaria de estar. A gente não tem o controle de tudo, a gente não tem controle de quase nada na verdade. A vida que anda me dando muitos presentes me pregou essa peça, peguei Covid na França e fiquei preso por aqui sem poder voltar para os braços da minha família em um momento tão especial”, escreveu ele no Instagram

Veja +: Filho de atriz americana tem nome da variante da Covid-19

O ator carioca de 35 anos seguiu o relato destacando que ficou bastante triste por não poder compartilhar um momento tão importante com os familiares.

“Graças a Deus a nossa distância é só momentânea, agradeço porque em breve vamos nos encontrar em um momento em que pra várias famílias a distância tem sido definitiva. Mesmo assim é triste não estar junto de quem a gente ama nos momentos de plena felicidade”, lamentou.

Mesmo infectado, ele deu um jeito de marcar presença no evento e acompanhou a cerimônia por vídeo-chamada.

“Coloquei minha melhor roupa pra abençoar esse encontro que fez meu irmão viver a felicidade que tanto merece Viva o amor, viva os noivos. E vc aí que está lendo, viva o amor sem medo, viva pleno, a vida é curta. Já falou ‘eu te amo’ hoje?”, indagou ele.

Veja +: Sobrinho de Stephan, Pedro Nercessian teve medo de comparações

QUARTA ONDA NA FRANÇA

De acordo com a imprensa francesa, o país enfrenta a quarta onda da Covid-19. As contaminações pela variante Delta já representam 40% das novas infecções, que dobram a cada semana no país. A situação mais crítica é na região da capital Paris. 

O ministro da Saúde do país, Olivier Véran, disse, no parlamento, que a meta de aplicar a primeira dose da vacina em 40 milhões de pessoas até o final de agosto deve ser antecipada.

O governo também vai adotar medidas para conter o vírus, como a exigência de um passaporte de saúde em vários locais a partir do início já neste mês de agosto. Outra ação também seria tornar a vacinação obrigatória aos profissionais de saúde.

Veja +: Ex-jogador brasileiro é mais uma vítima fatal da Covid-19