Notícias às 00:01

Penelope Cruz explica decisão de reduzir ritmo de trabalho

Penelope Cruz em selfie com o amigo, o cineasta Pedro Almodóvar

Foto: Reprodução/Instagram/@penelopecruz

Penelope Cruz falou da maternidade em uma nova entrevista à revista italiana IO Donna. A atriz espanhola de 47 anos, que hoje é mãe de Leo, de 10 e Luna, de oito, com seu marido Javier Bardem, recordou que desde pequena tinha o sonho de ser mãe algum dia.

Ela disse em declarações à publicação: “Tem gente que tem esse sonho desde criança, como eu – quando eu tinha uns quatro anos brincando de boneca, era uma espécie de obsessão. Para outros, o desejo por um filho vem de repente, para outros nunca e tudo bem: a vida pode ser completa mesmo sem eles.”, comentou.

Penelope afirmou que com a chegada dos filhos ela decidiu diminuir o trabalho, porque queria ser uma mãe presente, e agora ela está satisfeita por ter sido capaz de reduzir sua agenda enquanto ainda assume papéis que a entusiasmam e desafiam.

Veja+: Penelope Cruz não gosta de colocar a beleza como evidência

Discutindo como ela concilia a maternidade com sua carreira, ela compartilhou: “É um quebra-cabeça genuíno. Mas eu tive sorte. Tendo começado a trabalhar cedo, eu dizia a mim mesma que quando me tornasse mãe iria desacelerar e cumpri minha palavra: não todo mundo pode.”, afirma, contando que antes sua vida era uma loucura, pulando de produção em produção.

“Um ritmo que era uma loucura.”, relembra.

“Agora se tenho que filmar fora da Espanha, faço no verão para que possamos ir juntos. Minha prioridade são meus filhos, mas não desisto do trabalho.”, justificou.

Veja+: Penelope Cruz doou 100 mil luvas para ajuda no combate à Covid-19

DE LUTO PELA SOGRA

Penélope Cruz foi ao Instagram em 19 de julho fazer um raro post pessoal, em homenagem à sua sogra, a atriz espanhola Pilar Bardem, mãe de seu marido Javier Bardem, que morreu no final de semana aos 82 anos de idade.

Escrevendo em sua língua materna, Penelope – que estrelou em quatro filmes com Pilar, incluindo o sucesso de Pedro Almodóvar, Carne Trêmula, de 1997 – disse:

“Querida Pilar, eu olho essa foto e me pergunto qual seria sua reação se alguém tivesse dito na época que o destino tinha planos de nos unir além do cinema. Que aquela junção com Pedro era também uma prova da vida. Ou talvez já sabíamos que estava lá?”, começou dizendo.

“Você sempre foi tão boa para mim! Não dá para querer uma sogra melhor. Obrigada por todo amor que nos deu, por seus filhos, netos, toda sua família e amigos. Você me deu muitas coisas”, afirmou.

Veja+: Penelope Cruz critica a sociedade por não falar de tabus

“Obrigada por sempre se colocar ao lado daqueles que mais precisavam. Por levantar a voz para a injustiça. Por lutar para melhorar as condições dos membros da nossa sociedade que mais precisavam, sem esperar nada em troca. Não podemos esquecer que na nossa profissão, muitas coisas melhoraram graças aos seus esforços ao longo dos anos, sem que você desistisse. Você é admirável”.

Penélope continuou seu tributo à sua sogra, agradecendo a atriz por ter sido uma fonte de sabedoria para ela e sua geração.

“Obrigada por compartilhar comigo por todos esses anos sua sabedoria e seu humor! Te amo muito. Sempre vou levar você em meu coração. Obrigada, Pilar”.

Os seguidores foram à seção de comentários para prestar suas condolências à toda família e principalmente a Bardem que perdeu a mãe.