Notícias às 09:00

Personagem de filme leva George Clooney ao hospital

George Clooney contou em entrevista que teve que ser hospitalizado depois de 'se esforçar demais' para perder peso para seu novo filme The Midnight Sky, que dirige e atua ao lado de Felicity Jones, Demian Bichir e David Oyelowo, e grande elenco. 

O ator de 59 anos comentou que deveria voar para o Ártico para fazer o filme, mas foi levado às pressas para o pronto-socorro após sofrer severas dores de estômago, sendo diagnosticado com pancreatite, que pode ser fatal. 

George – que havia perdido quase 15 quilos para o filme – disse: “Acho que estava me esforçando demais para perder peso rapidamente e provavelmente não estava cuidando de mim mesmo”. 

Depois de receber alta do hospital, o diretor e ator ainda não estava se sentindo 100%, o que tornaram as filmagens ainda mais difíceis. 

“Demorou algumas semanas para melhorar e, como diretor, não é tão fácil porque você precisa de energia. Estávamos nessa geleira na Finlândia, o que tornou o trabalho muito mais difícil. Mas certamente ajudou o personagem. Isso é maior do que qualquer coisa que eu já fiz antes e era como pastorear gatos para fazer isso. Mas, você sabe, foi divertido”, justificou ao jornal Daily Mirror. 

Além de perder peso para interpretar um astrônomo com câncer, Clooney parou de se barbear para o papel. Ele conta que esse detalhe em sua aparência não impressionou sua esposa Amal e os filhos gêmeos de três anos, Ella e Alexander: “Eu deixei crescer uma barba grande e feia e meu filho adorou porque ele escondia coisas nela que eu não saberia até que eu trabalhasse e eu pensasse, 'Oh, há um picolé preso na minha barba '. Mas minha esposa e filha ficaram muito felizes quando eu tirei a barba porque era muito difícil encontrar um rosto por trás de toda aquela bagunça.”

George Clooney explica porque deu US$ 1 milhão a cada amigo
George Clooney se prepara para adaptar o livro Calico Joe

Vida familiar 

George Clooney sempre foi muito reservado sobre a vida privada. Mas, finalmente o ator está se abrindo um pouco. Casado com a advogada ativista dos direitos humanos Amal Alamuddin Clooney desde 2014, e pai dos gêmeos de três anos, Ella e Alexander, o famoso astro de Hollywood falou pela primeira vez sobre sua vida na intimidade. 

Recentemente, Clooney comentou sobre sua família em uma entrevista enquanto promovia o longa The Midnight Sky, um filme da Netflix que ele dirigiu e estrelou junto a Felicity Jones e Kyle Chandler, que começará a ser exibido dia 10 de dezembro na plataforma. 

"Sem dúvidas ter Amal na minha vida mudou tudo para mim", ele disse ao programa This Morning, da CBS. "Foi a primeira vez que tudo que ela fazia e tudo sobre ela era infinitamente mais importante do que qualquer coisa sobre mim", explicou. 

"E depois tivemos os gêmeos… Isso preenche a minha vida e é algo que eu não tinha… Eu não achei que fosse acontecer", revelou. 

O ator também deu detalhes de como seu relacionamento com Amal ficou sério: "Nunca falávamos sobre casamento quando estávamos namorando, eu a chamei para sair do nada. Demorou um tempo para ela aceitar… Eu fiquei de joelhos por uns 20 minutos. Finalmente eu disse, 'Meu quadril está me matando'. Contamos essa história aos pais dela e eles ficaram tipo, 'Tem algo de errado com o seu quadril?'. Nunca falamos sobre ter filhos, então um dia, 'O que você acha?'. Fomos ao médico, fizemos o ultrassom e ele falou, 'Você terá um menino!', e eu pensei, 'Um menino, fantástico!'. E eles disseram, 'Tem outro aqui'. Eu achei que era um. De novo, estou velho. Do nada, dois filhos. É difícil não falar, e eu fiquei lá parado uns 10 minutos encarando aquele pedaço de papel.”