Notícias às 19:00

Piers Morgan reclama da censura à liberdade de expressão

Reprodução/Instagram

Após ser defendido pela amiga Sharon Osbourne, após sua saída intempestiva do programa Good Morning Britain, por não querer se desculpar com Meghan Markle por seus comentários contra a duquesa  de Sussex, Piers Morgan também deu a cara para defender Sharon que acaba de deixar seu trabalho no programa The Talk, da CBS, após 11 temporadas depois de ser acusada de racista e por sua defesa de Piers. 

Em conversa com o jornal The Mail on Sunday, Morgan acusou alguns meios de comunicação de tentarem calá-los, o que para ele significa uma grande censura à liberdade de expressão. 

Ele lembrou recentemente que tanto seu trabalho como o trabalho de Osbourne é de comentar e opinar sobre as situações em evidência nos meios, mas para Piers a polêmica envolvendo os duques de Sussex provou que não existe a tal liberdade de opinião. 

Mas ele afirma que essas demissões não tem nada a ver com Markle, pois ela não tem essa influência toda que pensa: 

"O que aconteceu comigo e com Sharon na última quinzena não é realmente sobre a Sra. Markle. Este é um problema muito maior do que uma duquesa delirante, e esse é o direito de todos, de termos a liberdade de expressar nossas opiniões honestas, com força e paixão, se assim o desejarmos.", afirmou. 

 Entrevista de Meghan Markle causa treta em programa de TV

Após polêmica sobre Meghan Markle, Sharon Osbourne deixa programa

Demissão

 

Após defender o amigo Piers Morgan, que saiu do programa Good Morning Britain depois de criticar e chamar Meghan Markle de mentirosa em sua entrevista com Oprah Winfrey, Sharon Osbourne acabou brigando com uma companheira de seu programa The Talk, da CBS, e também decidiu deixar o talk show após a polêmica. 

Quando Sharon levantou a voz no show para defender Morgan, ela foi acusada de racismo por Holly Robinson Peete. 

Osbourne esteve em “The Talk” por todas as suas 11 temporadas, mas agora em um comunicado da emissora, eles informaram que ela resolveu sair: 

“Sharon Osbourne decidiu deixar 'The Talk'. Os acontecimentos da transmissão de 10 de março foram perturbadores para todos os envolvidos, inclusive para o público que assistia em casa. Como parte de nossa análise, concluímos que o comportamento de Sharon em relação a seus co-anfitriões durante o episódio de 10 de março não se alinha com nossos valores de um local de trabalho respeitoso. Também não encontramos nenhuma evidência de que os executivos da CBS orquestraram a discussão ou surpreenderam algum dos anfitriões", avisa o comunicado. 

"Ao mesmo tempo, reconhecemos que as equipes da Network e Studio, bem como os showrunners, são responsáveis ​​pelo que aconteceu durante aquela transmissão, pois ficou claro que as co-apresentadoras não foram devidamente preparadas pela equipe para uma discussão complexa e sensível”, continuou a declaração. “Durante o descanso desta semana, estamos coordenando workshops, sessões de terapia e treinamento sobre equidade, inclusão e consciência cultural para os apresentadores, produtores e equipe. ", indicaram. 

Morgan, agora ex-apresentador do programa principal do ITV "Good Morning Britain", disse na manhã de segunda-feira que não acreditava nas alegações de bullying de Markle dentro da família real e que não acreditava que ela queria se suicidar como resultado da situação de alto estresse que viveu no seio da família real.