Notícias às 03:00

Pink relembra primeira namorada que teve na adolescência

Reprodução Instagram

Pink participou esta semana de uma entrevista virtual no programa de Andy Cohen, Watch What Happens Live, e durante conversa ela revelou que passou por uma decepção amorosa quando tinha apenas 13 anos.

A cantora abriu o jogo sobre sua primeira namorada e como esse relacionamento terminou.

A resposta veio após uma pergunta de Andy, que quis saber se ela já teve uma aventura no 'lago feminino':

"Em caso afirmativo, você ainda fala com ela?", perguntou o apresentador.

“Minha primeira namorada… eu tinha 13 anos e ela me deixou pelo meu irmão”, revelou Pink, que no final do ano passado venceu a covid-19.

"Sim, fiquei muito confusa com isso porque ela me beijou primeiro e isso foi nojento", criticou.

Em 2017, Pink foi questionada sobre sua sexualidade e ela se recusou a colocar um rótulo nisso. Ela disse ao jornal he Guardian na época: “Eu só quero viver minha vida. Eu não preciso que você me coloque em uma caixa ou me descubra ou descubra o que eu sou. Porque eu não sei ainda .. e eu nunca digo nunca", justificou.

Dueto com a filha

Pink surpreendeu os fãs em fevereiro deste ano, no Instagram, ao revelar que gravou um dueto com sua filha Willow Sage Hart, de nove anos.

A cantora de 41 anos compartilhou um fragmento do tema em seu Instagram, 'na esperança de trazer doçura, sol e conforto' para o mundo.

Pink e Willow com sua doce voz juntaram forças para gravar o tema 'Cover Me In Sunshine', e a estrela pop afirmou que espera ajudar com sua música a levantar o ânimo em meio à pandemia do coronavírus.

Pink – que também tem o filho Jameson, de quatro anos, com Carey Hart – explicou: "O ano passado foi muito para nós. Triste, solitário, assustador, sim. Também foi silencioso, reflexivo e um ótimo professor. Willow e eu encontramos conforto na música, então estamos lançando essa música por nenhum outro motivo a não ser que esperamos que ela traga a você doçura, sol e conforto também."

Pink discutiu a faixa nas redes sociais, admitindo que adorou gravar com a filha.

Ela disse em um vídeo do Instagram: "Então, todos nós sabemos que este ano foi diferente e desafiador e, às vezes, aterrorizante, tumultuado e angustiante e todas essas coisas. Eu pessoalmente encontro conforto na música. Eu adoro cantar com a minha filha. Isso nos fez sentir felicidade. Então, vamos lançá-la por nenhum outro motivo a não ser que esperamos que a música faça você se sentir feliz. Pensei em lançá-la no Dia dos Namorados como um grande abraço e um beijo de nós para todos vocês", afirmou.

Pink e outros membros de sua família foram diagnosticados com coronavírus durante os estágios iniciais da pandemia e, na época, ela pediu às pessoas que levassem o vírus a sério.