Notícias às 12:33

Pocah se torna embaixadora do Hemorio

Pocah com a mão na boca e blaser branco

TV Globo/João Cotta

Na segunda-feira (14) foi comemorado o Dia Mundial da Doação de Sangue. Para reforçar sobre a importância do ato, o Instituto Estadual de Hematologia do Rio de Janeiro (Hemorio) lançou a campanha “Cada Gota Importa”. O objetivo é reverter o triste cenário de queda nos estoques de sangue da cidade do Rio de Janeiro, em meio à pandemia de Covid-19. Além disso, a campanha lembrar o Junho Vermelho, mês oficial sobre a conscientização do ato de doar sangue. Para incentivar a doação e levantar o astral, Pocah foi anunciada como embaixadora da ação.

“É um prazer dar voz a essa campanha tão importante. Esse é o mês oficial da doação de sangue e é um dever de todos nós mobilizar o maior número de pessoas para essa causa. Doar sangue é um gesto que salva vidas e é ainda mais importante neste momento de pandemia, onde tantas pessoas precisam de assistência”, disse a cantora.

A ex-participante do “Big Brother Brasil” enfatizou que usar sua voz e imagem para a causa é uma forma especial de retribuir todo o carinho que tem recebido desde que saiu do reality.

“Quando chegou o convite me senti muito honrada em ser embaixadora da campanha ‘Cada Gota Importa’. Espero de coração poder mobilizar o máximo de pessoas possível”, afirmou Pocah.

Doações de sangue

Também representando a campanha, o Hemorio convidou a aposentada Valéria Esteves, que contabilizou no último mês 208 doações de sangue em 25 anos de participação contínua. Ela é a maior doadora do instituto em atividade até o momento. Valéria, que doa desde 1995, possui 63 anos de idade e já salvou 832 pessoas.

O Hemorio também preparou uma série de iniciativas para facilitar a participação de quem quer doar sangue. A empresa de transportes 99 vai oferecer até R$ 30 de descontos em duas viagens que tenham como ponto de destino ou de origem o Hemorio. Basta utilizar o código DOESANGUE. A campanha vai até quarta (30).

O MetrôRio e o Instituto Invepar também vão apoiar a campanha com a distribuição de 500 cartões unitários que serão entregues no próprio Hemorio por ordem de chegada. A parceria tem como objetivo incentivar a doação, facilitando o transporte dos possíveis doadores de sangue.

Além disso, ao longo do mês, pontos de coleta serão instalados em diversos locais do Rio de Janeiro, como no Barra Shopping, Park Shopping, Via Brasil Shopping, Hospital Municipal Lourenço Jorge e Hospital da Criança.

Quem pode doar na pandemia:?

A doação de sangue é permitida para pessoas de 16 e 60 anos, e até 69 anos caso já seja doador de sangue. O doador deve pesar no mínimo 50 kg e precisa estar bem de saúde.

Quem quiser doar precisa levar um documento de identidade oficial com foto. Não é necessário estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos nas 4 horas que antecedem a doação e não ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes.

Candidatos à doação que tiveram Covid-19 não podem doar durante 30 dias depois da cura. Aqueles que tiveram a forma grave da Covid-19 ficam inaptos por 1 ano após a cura. Candidatos à doação que tomaram as vacinas da Pfizer e AstraZeneca ficam inaptos por sete dias. Aqueles que receberam o imunizante da CoronaVac ficam inaptos por 48h, mesmo período para aqueles que foram vacinados contra a gripe.

Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais. Devem levar a identidade e um documento oficial do responsável que assinou a autorização.