Notícias às 16:22

Por conta de novela, Cauã Reymond descobre que mãe foi adotada e revive drama em cena

Caua Reymond abracado com a mae
Reprodução/Instagram

Em novembro, Lícia Manzo traz à telinha uma trama que trata de mundos opostos e a relação de Christian com um mundo totalmente diferente, movido pelo dinheiro e poder. Na história central, os irmãos gêmeos Christoper e Christian, vividos por Cauã Reymond, cresceram em um orfanato em Goiânia, mas foram separados ainda na infância. O primeiro foi adotado por uma família nobre do Rio de Janeiro e rompeu seus laços com o irmão. A partir daí, passa a ser chamado de Renato. Desde cedo, é mimado e cresce em meio à riqueza, aproveitando para curtir a vida com festas, drogas e viagens.

Christian, por sua vez, sobrevive como pode em meio a subempregos. Revoltado, ele tem um dom para a escrita, mas não tem tempo de aprimorar seu talento. Sua única alegria é a namorada, Lara (Andreia Horta), uma chef de cozinha.

Ele decide partir para a capital fluminense com o objetivo de encontrar o irmão. Ao lado do amigo Ravi (Juan Paiva), o rapaz encontra pistas, porém tudo acontece de forma inesperada.

O gêmeo rico leva um tiro durante uma grande confusão em um estádio de futebol. Nesse meio tempo, Christian conhece Bárbara (Alinne Moraes), até então sua cunhada.

As histórias seguem e ressaltam o maior desafio da carreira de Cauã Reymond, conforme ele mesmo afirmou na coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira, 28 de outubro.

“É como se esse desafio entrasse na minha corrente sanguínea. Faz parte de mim, gosto de acreditar que quando a gente topa fazer um projeto a gente entrega parte da vida”, disse.

Ao mergulhar numa pesquisa intensa afim de dar vida aos gêmeos que vivem paralelos diferentes, algo completamente diferente do processo que fez em 2017 na minissérie “Dois Irmãos”, na qual viveu Omar e Yaqub, Cauã Reymond se deparou com algo muito pessoal. O ator de 41 anos descobriu que sua mãe, Denise Marques, que morreu em virtude de um câncer e 2019, foi adotada.

“Foi muito impactante. Fica um vazio, uma magoa pela oportunidade que o outro irmão teve. A minha mãe foi adotada pela minha avó, mãe solteira”, disse, inicialmente.

Com a voz embargada o ator continuou: “Perdi minha mãe e foi muito contundente estar numa realidade de mais uma história de irmãos que me trouxeram para esse universo. Teve momentos muito duros para mim, que me colocaram pra pensar na realidade da minha mãe”, disse ele.

Cauã Reymond detalhou as condições em que sua mãe foi adotada e se emocionou bastante. Ele desconhecia a história e só ficou ciente durante a preparação para a novela de Lícia Manzo.

“A irmã da minha mãe faleceu por desnutrição e a família decidiu entregar minha mãe para alguém. Eu descobri através do meu irmão, conversando sobre a novela. Minha mãe foi entregue de mão em mão, até chegar na minha avó”, contou.

“A trajetória de um dos irmãos em busca de dignidade me fez lembra a trajetória da minha mãe e foi muito forte pra mim”, enfatizou o ator.

PARCERIA COM O IRMÃO REFORÇOU PEDIDO DA MÃE

A participação mais que especial de Pavel Reymond em “Um Lugar ao Sol” foi uma sugestão de Alinne Moraes e acabou sendo a concretização de um sonho de Denise Marques.

“Quando estava estudando com a Alinne Moraes e nossa coach, num intervalo entre uma leitura e outra, Aline perguntou sobre quem seria o meu dublê e ela questionou: ‘por que não é o seu irmão?’. Aquilo foi reverberando dentro de mim, fui trocar roupa, encontrei o Mauricio (Farias, diretor da novela). Falei com ele de forma despretensiosa, não queria colocar pressão”, destacou Cauã.

“Como não foi uma ideia minha e achei interessante vir de uma colega de trabalho que conhecia meu irmão, porque eu e Alinne fomos casados por 3 anos”, ressaltou o ator, casado com Mariana Goldfarb.

Com experiência amadora, Pavel fez testes e foi aprovado. O irmão ficou pra lá de feliz: “Foi certeiro. Mesmo ele não tendo experiência técnica, estava num set muito atencioso, carinhoso e foi muito potente, independentemente de qualquer dificuldade que a gente tinha tido, tínhamos o olhar. E nossa mãe estava indo embora, disse no leito de morte que queria eu e meu irmão juntos em tudo. Acho que de uma certa forma ‘Um Lugar ao Sol’, proporcionou isso”, disse Cauã, sem conter as lágrimas.   

PRINCIPAIS NOTÍCIAS:
Enquete A Fazenda: Quem você quer que fique no reality?
Sabrina Sato chega com salto de 44cm em festa
A Fazenda 13: Sthe Matos vence a Prova do Fazendeiro
Herdeiros da Família Imperial emitem nota de repúdio contra novela das 18h
Anitta dá resposta afiada a Jair Bolsonaro e causa na web