Notícias às 14:30

Princesa Diana tinha planos para atuar em filme com Kevin Costner

Reprodução

O ator Kevin Costner confessou que antes de sua morte, a princesa Diana tinha planos para atuar ao lado dele em uma sequência do filme O Guarda-Costas.

Foi durante uma entrevista ao programa Couch Surfing da PeopleTV, que o ator de 64 anos confirmou que a mãe do príncipe William e príncipe Harry estava interessada em provar suas habilidades como atriz.

Como revelado por Costner, ele interpretaria seu papel como um guarda-costas, mas desta vez, protegendo Lady Di dos paparazzi e assediadores, antes do surgimento de um romance entre eles, algo muito semelhante ao que aconteceu no filme original, estrelado pela falecida cantora Whitney Houston.

Mas como Kevin Costner e a Princesa Diana entraram em contato para falar sobre esse projeto? O ator disse que a duquesa de York, Sarah Ferguson, foi quem ajudou a fazer isso acontecer.

"Sarah foi muito importante. Eu tenho muito respeito por Sarah porque ela foi a pessoa que organizou a conversa entre Diana e eu", disse, acrescentando que após a conversa com a princesa, ela teria concordado com o filme, embora estivesse preocupada, revela o ator e cineasta.

"Lembro-me que ela foi incrivelmente doce ao telefone e me perguntou: 'Será que vamos ter uma cena de beijo?'. Ela disse que se tivesse, isso teria de ser feito de uma maneira muito respeitosa", relembra.

"Eu estava nervoso porque sua vida estava tão dominada. E eu disse: 'Sim, haverá algumas, mas nós podemos fazer isso dar certo".

Diana morreu em um acidente de carro em Paris, em 1997, sem ter realizado o projeto.