Notícias às 10:00

Recuperada da Covid-19, irmã de Sabrina Sato chora ao voltar para casa

Reprodução/Instagram

Foram mais de 10 dias de aflição, muita fé e otimismo e, felizmente, na terça-feira (11) Karina Sato, irmã de Sabrina Sato, recebeu alta hospitalar e voltou para casa, em São Paulo. Em suas redes sociais, a empresária compartilhou um vídeo emocionante do momento em que deixou o hospital até reencontrar os dois filhos, Manuela e Felipe.

“Ainda preciso de repouso para me recuperar, mas preciso agradecer a Deus, aos meus médicos e todo time de profissionais que estiveram comigo durante minha internação. Minha família (de sangue e de vida) que esteve ao meu lado o tempo todo, vocês foram fundamentais”, destacou.

“Uma nova visão da vida, no meio de tanta dor e perdas. Parecia que não ia ter fim, a insegurança, a incerteza, os picos da doença, que se alternavam com a fé e o amor…”, disse Karina.

Insegurança e medo

Pulso forte da família Sato Rahal, Karina contou que a fragilidade bateu e ela sentiu muito medo e insegurança ao longo do processo de recuperação da doença. Ela não deixou de pensar na família de Paulo Gustavo, que morreu há uma semana em decorrência do coronavírus.

“Meus pensamentos dentro da consciência turva, era a vontade de voltar para meus filhos, a dor da família do Paulo Gustavo (e que nos deixou tantas lições de vida) e o pensamento positivo na cura, pra mim, que geralmente sou uma pessoa positiva, foi o mais difícil”.

“Me sentia me despedindo a cada dia, que os dias de consciência estavam contados e precisava resolver tudo. Muito obrigada pelas orações e energias positivas”, disse a irmã de Sabrina.

Mais de 3 milhões de casos em São Paulo

De acordo com o último boletim oficial, divulgado na terça-feira (11), o Estado de São Paulo registra 3.022.568 casos de Covid-19 no decorrer da pandemia, com 101.660 mortes. Entre o total de casos, 2.709.902 tiveram a doença e já estão recuperados, sendo que 312.065 foram internados e receberam alta hospitalar.

Até o fechamento desta matéria havia 21.160 pacientes internados no estado, sendo 9.981 em unidades de terapia intensiva e 11.179 em enfermaria.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI no estado é de 78,4% e na Grande São Paulo é de 76,5%.