Notícias às 07:00

Relembre as polêmicas da Família Real Britânica

Reprodução/Instagram

A Família Real Britânica sempre esteve envolvida em um espiral de poder, fama, luxo e, principalmente, muitas polêmicas. A monarquia do Reino Unido sobrevive há séculos de diferentes escândalos e assédio constante da mídia e dos principais tablóides ingleses. 

Recentemente a realeza se tornou o principal assunto em jornais e sites do mundo todo após o Príncipe Harry e sua esposa, Meghan Markle, darem uma detalhada entrevista a Oprah Winfrey contando todos os motivos que os levaram a se afastar da Coroa e abdicar de seus títulos e privilégios.

Após revelações polêmicas a respeito de preocupações e protocolos da instituição monárquica, especulações começaram a ficar cada vez mais fortes acerca de preconceitos e possíveis negligências dentro da Família Real. Sabemos que mesmo com as regras extremamente rígidas, a descendência da Rainha Elizabeth || nunca se viu livre de grandes bombas.

Morte de Diana e Infidelidades 

A Princesa Diana, mãe de William e Harry, foi uma das grandes protagonistas em toda a história da Família Real. Apelidada como “Princesa do Povo”, Lady Di encantava a todos por sua humildade e simpatia, mas acabou tendo uma morte trágica que até hoje gera curiosidade por sua causa misteriosa em um acidente de carro.

Divórcios

Infidelidade também sempre foi um fator que rondou a família. Príncipe Charles, filho da Rainha e esposo de Diana, foi altamente rechaçado na época do acidente, pois tinha sido infiel em seu casamento, o que acabou gerando o divórcio. Outros filhos da Rainha também se divorciaram e tiveram seus nomes envolvidos em questões de infidelidade,  com algumas situações englobando até questões mais delicadas como acusações de abuso envolvendo o príncipe Andrew. 

Elizabeth e Charlie tiveram de se isolar após a morte de Diana que, por ser muito amada pelas massas, causou um imenso efeito de revolta nos súditos e público em geral. Até hoje existem algumas teorias a respeito da morte da princesa. 

Harry e Meghan

Harry, o filho caçula de Lady Di, por sua vez teve uma juventude regada a festas, álcool, drogas e escândalos na mídia. O príncipe até mesmo contou durante a entrevista a Oprah que já esperava uma cobertura difícil da mídia com seu relacionamento por motivos passados.

No entanto, o casal revelou que não tiveram nenhum suporte da instituição perante os ataques constantes da mídia contra Meghan, que incluíam uma forte conotação racista. A organização monárquica negou apoio ao casal e disse não poder se manifestar; o que gerou o desligamento de Harry e Meghan da realeza. Os dois chegaram a contar que até mesmo a cor de seu filho Archie veio a ser uma preocupação levantada em conversa pelos membros reais.

A Família Real se manifestou e disse não compactuar com qualquer prática racista ou discriminatória. Em contrapartida, a popularidade da realeza britânica se torna cada vez mais questionável entre não só seus súditos, mas todo o mundo, que começa a se perguntar como tantas relações e polêmicas conseguem ser parcialmente abafadas ao decorrer das décadas.

Família Real Britânica mantém silêncio após polêmica entrevista de Meghan
Sem festas: Família Real Britânica corta celebrações em 2021