Notícias às 13:01

Sam Lufti lamenta não ter ‘protegido’ Britney Spears

Britney Spears de cabelo preso e maquiada

Reprodução/Instagram

Sam Lufti, o ex-empresário de Britney Spears, usou seu Twitter esta semana para se desculpar com a cantora, dizendo que ele ‘falhou’ quando deveria protegê-la.

Desde 2008, Lufti recebeu uma ordem de restrição, que posteriormente foi renovada, para não se aproximar da cantora.

Ele foi anteriormente acusado pelos pais de Britney, Jamie e Lynne Spears de assumir o “controle” de sua filha quando ela estava lutando contra sua saúde mental em 2007.

Eles chegaram a alegar que Sam havia ‘drogado’ Britney e cortado suas linhas telefônicas depois que ele assumiu “o controle de sua vida, casa e finanças” quando foi morar com ela.

Veja+: Britney Spears se nega a fazer avaliação médica para sair da tutela

Agora o empresário pediu desculpas por ter decepcionado à artista.

No mês passado, Britney disse a um tribunal que sentia que a tutela era ‘abusiva’ e que ela não queria mais ter outras pessoas no controle de seus negócios, e Sam refletiu sobre seu depoimento no Twitter na manhã de quarta-feira (14).

“Apenas sentado aqui ouvindo aquela gravação do tribunal, se ela me odiar depois de ser libertada, não a culpo. Eu falhei com ela. Eu deveria protegê-la de tudo isso, eu a decepcionei e ambos pagamos caro por isso, eu sinto muito. “,a notou.

Em outra audiência na quarta-feira, Britney recebeu permissão para ter Mathew Rosengart como seu novo advogado e ele deve apresentar documentos solicitando que seu pai Jamie Spears seja removido de seu posto como co-conservador de seus assuntos.

Veja+: Kim Kardashian gostaria de ser advogada de Britney Spears

E Sam está esperançoso de que grandes progressos podem ser feitos agora: “Esta é uma postagem de comemoração antecipada, mas por enquanto há um novo xerife na cidade e as cabeças estão prestes a rolar. A guerra pode estar perto do fim, mas a cura é uma jornada tremenda que ainda não começou. Deus abençoe todo o exército. Amo todos vocês”, escreveu.

PRIMEIRA VITÓRIA NO TRIBUNAL

Britney Spears conseguiu contratar seus próprios advogados, confirmou o site americano TMZ, depois que sua mãe interveio no tribunal pedindo para que a cantora pudesse escolher a empresa para representá-la em sua tentativa de encerrar sua tutela.

A cantora de 39 anos pediu recentemente o fim de sua tutela e agora contratou o advogado e ex-promotor federal Mathew Rosengart para ajudá-la a atingir seu objetivo.

De acordo com a publicação, Britney assinou um documento que diz: “De acordo com minha declaração em audiência pública em 23 de junho de 2021, meus direitos e meu desejo de encerrar a mencionada tutela de meu pai Jamie P. Spears, é meu desejo de escolher e manter meu próprio advogado, em ‘Greenberg, Traurig, LLP’, conforme estabelecido acima.’

Rosengart é sócio da firma de advogados Greenberg, Traurig, LLP.

O site declara que, se a empresa concordar em representar Britney, sua primeira ordem de negócios será entrar com os papéis no tribunal solicitando a remoção de seu pai, Jamie Spears, como guardião de seu patrimônio.

Veja+: Entenda a polêmica tutela de Britney Spears

Uma fonte da revista People contou que a cantora está em um estado de espírito ‘esperançoso’ depois que seus conservadores Bessemer Trust, o gerente Larry Rudolph e o advogado nomeado pelo tribunal ,Samuel D. Ingham III, renunciaram de seus cargos apenas algumas semanas depois que ela falou no tribunal, chamando a tutela a que está sujeita desde 2008 de ‘abusiva’.

A fonte explicou: “Ela finalmente se sente esperançosa quanto ao futuro. Ela acredita que se as pessoas estão se demitindo é porque sabem que ela está dizendo a verdade. Ela está aliviada por seu advogado ter renunciado e espera que, se puder escolher seu próprio advogado, isso signifique que o juiz está inclinado a rescindir a tutela. “.