Notícias às 09:00

Shia LaBeouf foi despedido de filme de Olivia Wilde

Grosby Group

Shia LaBeouf ficou sem trabalho após as acusações contra ele feitas por sua ex FKA Twigs e a cantora Sia. O ator está envolvido em uma série de controvérsias há algum tempo e as alegações sobre seu 'mau comportamento' agora aumentaram. 

Segundo a revista Variety, embora seus representantes tenham afirmado que o ator de Transformers foi retirado do filme de Olivia Wilde Don't Worry Darling devido a conflitos de agenda, a verdadeira razão de sua demissão foi revelada: 

"Ele foi expulso do filme devido ao mau comportamento que mostrou ao elenco e à equipe do thriller psicológico que agora escalou Harry Styles para o papel principal", justificou a publicação. 

Uma fonte compartilhou os detalhes com a revista e disse: "Não é fácil trabalhar com ele." 

Foi relatado em setembro deste ano que o ex-membro do One Direction substituiu LaBeouf no filme ao lado de Florence Pugh e Chris Pine. 

Isso foi divulgado depois que a ex-namorada de LaBeouf, FKA twigs, o denunciou por abuso físico e emocional no início deste mês, por meio de um artigo publicado pelo New York Times. 

Seguindo suas afirmações, a cantora Sia também se apresentou e contou sua experiência com LaBeouf e como ela foi emocionalmente manipulada pelo ator. 

Olivia Wilde já sabia das acusações e optou por retirá-lo do longa para não prejudicar a produção. 

 Shia LaBeouf sai pra comer só de cueca

Perigoso

 

Na semana passada, Shia LaBeouf foi processado por sua ex-namorada, FKA Twigs que afirmou que o ator abusou fisicamente dela, atormentou-a e transmitiu-lhe uma doença sexual. Este processo foi aberto em um tribunal de Los Angeles, onde ela relata acusações horríveis de abuso e até mesmo uma tentativa de assassinato quando Shia começou a estrangulá-la enquanto ela dormia. 

Depois de seus relatos serem difundidos na imprensa, outra famosa apoiou o processo de Twigs e acusou LaBeouf: a cantora Sia. 

Ela se posicionou ao lado da artista britânica ao fazer algumas declarações nas quais alerta para o perigo que o ator representa para as mulheres. 

“Eu também fui ferida emocionalmente por Shia, um mentiroso patológico que me traiu em um relacionamento adúltero dizendo que era solteiro”, escreveu a australiana em seu perfil no Twitter, em referência ao relacionamento que eles tiveram em 2012, enquanto ele namorava Mia Got. 

"Acho que ele está muito doente e sinto compaixão por ele e por suas vítimas. Você só tem que saber, se você se ama, fique segura, fique longe , acrescentou com uma mensagem de apoio à cantora. "Amo você FKA Twigs. Isso é muito corajoso e estou muito orgulhosa de você", afirmou. 

A artista britânica especificou em seu processo que não queria compensação financeira; ela só quer avisar outras pessoas:  "Shia LaBeouf machuca as mulheres." 

Por sua vez, o ator disse ao jornal New York Times' que 'muitas dessas acusações não são verdadeiras'. 

“Devo a essas mulheres a oportunidade de expor publicamente suas declarações e aceitar a responsabilidade pelo que fiz. Sou um ser humano em recuperação, tenho que enfrentar quase diariamente as coisas que disse e fiz enquanto bebia. Sempre foi fácil para mim aceitar a responsabilidade quando meu comportamento reflete em mim, mas é muito mais difícil aceitar que meu comportamento pode ter causado grande dor aos outros", confessou. 

"Não posso reescrever a história. Só posso aceitar e trabalhar para ser melhor no futuro. Escrevo isso como um membro sóbrio de um programa de desintoxicação e em terapia. Não estou curada do meu TEPT (Transtorno por estresse pós-traumático) e do alcoolismo, mas estou empenhado em fazer o que tenho de fazer para me recuperar e sempre vou lamentar os danos causados ​​às pessoas que posso ter ferido ao longo do caminho ", acrescentou.