Notícias às 18:15

Sia lança o álbum Music, inspirado em inédito filme

Tonya Brewer/Divulgação

A cantora Sia lançou, nesta sexta-feira (12), o oitavo álbum da carreira, Music – Songs From And Inspired By The Motion Picture, já disponível em todas as plataformas digitais. Uma das artistas mais inovadoras das últimas décadas, indicada a nove Grammy’s, ganhadora de diversos discos de platina, dona de hits atemporais e inúmeras colaborações, 

O projeto foi inspirado pelo curta Music, estreia da australiana no mundo cinematográfico e que recebeu, logo de cara, duas indicações ao Globo de Ouro 2021: Melhor curta Musical ou Comédia e Melhor performance de atriz em curta Musical ou Comédia, para Kate Hudson. O filme conta ainda com Leslie Odom Jr e Maddie Ziegler no elenco.

Oscar 2021 divulga lista de pré-indicados

Tendo 14 faixas, o CD não deixou de fora os hits Together, Courage to Change, Saved My Life, Hey Boy e Floating Through Space, a mais nova parceria da artista com o DJ David Guetta.

Entre outros nomes que colaboraram com o projeto estão Labrinth, Burna Boy, Dua Lipa, Jack Antonoff, Greg Kurstin e Jesse Shatkin. 

'Perigoso'

Na semana passada, Shia LaBeouf foi processado por sua ex-namorada, FKA Twigs que afirmou que o ator abusou fisicamente dela, atormentou-a e transmitiu-lhe uma doença sexual. Este processo foi aberto em um tribunal de Los Angeles, onde ela relata acusações horríveis de abuso e até mesmo uma tentativa de assassinato quando Shia começou a estrangulá-la enquanto ela dormia.

Depois de seus relatos serem difundidos na imprensa, outra famosa apoiou o processo de Twigs e acusou LaBeouf: a cantora Sia.

Ela se posicionou ao lado da artista britânica ao fazer algumas declarações nas quais alerta para o perigo que o ator representa para as mulheres.

Shia LaBeouf está internado em clínica de reabilitação

“Eu também fui ferida emocionalmente por Shia, um mentiroso patológico que me traiu em um relacionamento adúltero dizendo que era solteiro”, escreveu a australiana em seu perfil no Twitter, em referência ao relacionamento que eles tiveram em 2012, enquanto ele namorava Mia Got.

"Acho que ele está muito doente e sinto compaixão por ele e por suas vítimas. Você só tem que saber, se você se ama, fique segura, fique longe , acrescentou com uma mensagem de apoio à cantora. "Amo você FKA Twigs. Isso é muito corajoso e estou muito orgulhosa de você", afirmou.

A artista britânica especificou em seu processo que não queria compensação financeira; ela só quer avisar outras pessoas:  "Shia LaBeouf machuca as mulheres."

Por sua vez, o ator disse ao jornal New York Times' que 'muitas dessas acusações não são verdadeiras'.

“Devo a essas mulheres a oportunidade de expor publicamente suas declarações e aceitar a responsabilidade pelo que fiz. Sou um ser humano em recuperação, tenho que enfrentar quase diariamente as coisas que disse e fiz enquanto bebia. Sempre foi fácil para mim aceitar a responsabilidade quando meu comportamento reflete em mim, mas é muito mais difícil aceitar que meu comportamento pode ter causado grande dor aos outros", confessou.

"Não posso reescrever a história. Só posso aceitar e trabalhar para ser melhor no futuro. Escrevo isso como um membro sóbrio de um programa de desintoxicação e em terapia. Não estou curada do meu TEPT (Transtorno por estresse pós-traumático) e do alcoolismo, mas estou empenhado em fazer o que tenho de fazer para me recuperar e sempre vou lamentar os danos causados ​​às pessoas que posso ter ferido ao longo do caminho ", acrescentou.

É do Brasil! Bacurau leva prêmio de Melhor filme, em Toronto
Halle Berry se irrita com pagamento de pensão a ex

Sérias accusações

 

A cantora FKA Twigs, ex-namorada de Robert Pattinson, está processando o ator Shia LaBeouf, segundo o jornal The New York Times, acusando-o de agressão e assédio sexual. O processo foi aberto no Tribunal Superior de Los Angeles, no Estados Unidos.

Eles ficaram juntos por alguns meses entre 2018 e 2019 e foi nesse período em que Shia teria transmitido uma doença sexualmente transmissível de forma 'consciente' para ela, como especificado no processo.

O ponto central da denúncia foi uma agressão sofrida por FKA, de 32 anos, em que ela afirma que o ex-namorado, de 34, dirigia de "maneira imprudente, removendo o cinto de segurança e ameaçando bater se ela não declarasse seu amor por ele". Quando a cantora saiu do carro, "LaBeouf a seguiu, agrediu e jogou-a contra o carro enquanto gritava com ela. Depois, obrigou-a a entrar novamente no automóvel."

Shia LaBeouf é acusado de agressão e roubo

Em outra ação atribuída a Shia, Twigs narra que foi acordada por ele sendo enforcada, além de relatar medo por sua própria vida com ele a colocando em risco diversas vezes. A artista também teria dito que o ator frequentemente deixava hematomas em seu braço e pulso pela maneira como a segurava e puxava durante discussões.

"O que eu passei com Shia foi a pior coisa que já vivi, e eu acho que as pessoas vão ficar surpresas em perceber que aconteceu comigo. Mas essa é a verdade: pode acontecer com qualquer um", relatou FKA.

O processo ainda inclui acusações similares feitas por Karolyn Pho, estilista e outra ex-namorada de LaBeouf, que alega comportamento abusivo do rapaz no período em que estavam juntos.

Atualmente, Shia promove o filme Pieces of a Woman, que chega na Netflix em janeiro.