Notícias às 12:00

Silvio Santos proíbe a filha Silvia Abravanel de voltar a trabalhar no SBT

Reprodução/Instagram

Silvia Abravanel já está curada da Covid-19, mas não será tão cedo que ela vai voltar ao SBT. A apresentadora foi proibida pelo próprio pai, Silvio Santos, de voltar à emissora até tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19.

"Ele não quer me deixar trabalhar. Como fiquei hospitalizada, ele falou: 'Não quero você na televisão enquanto não tomar a segunda dose'", revelou Silvia ao site Notícias da TV.

Vale lembrar que Silvia Abravanel ficou 11 dias internada e deve tomar a vacina em breve, já que tem 50 anos e faz uso de anticoagulante após sofrer embolia pulmonar em 2017.

Afastada

Na programação do SBT, Silvia ficou afastada completamente de março a novembro e voltou em dezembro tomando todos os cuidados, mas precisou parar tudo em março deste abo, quando uma pessoa testou positivo.

Com isso, ela viajou para o sítio da família com as filhas Luana, de 23 anos, e Amanda, de 15, mas foi lá em que acabou tendo contato com o vírus, já que uma funcionária contraiu a doença sem saber e acabou infectando a todos que estavam no local.

"Quando testei positivo, eu desabei. Fiquei apavorada. Foi uma coisa assustadora", admite. Rapidamente, o alarde psicológico passou, pois era preciso tomar conta das meninas, que também estavam com coronavírus. Cuidei muito delas. Não deixava ter febre, alimentava muito bem, dava muito líquido, monitorava a saturação e a temperatura umas seis vezes por dia. Ficava diretamente com elas", disse à publicação.

No entanto, no dia 5 de abril, Silvia apresentou uma piora em seu estado de saúde, ela precisou ser internada. “Foi um susto para todo mundo. Você fica com medo mesmo sabendo que está bem assistida. Essa é uma doença traiçoeira, porque não é de dia a dia, é de minuto a minuto. Você está bem agora e em cinco minutos passa mal”.

Sequelas da Covid-19

Silvia ainda relatou que está bem, mas não 100%. Além de olfato e paladar voltando aos poucos, ela apresentou dificuldades na audição, cansaço e falta de memória.

"Ainda sinto cansaço e estou um pouco sequelada. Fique bastante tempo sem ouvir. Tenho bastante falta de memória. Me comparo com a Dory, do filme Procurando Nemo. Fico engraçada porque não lembro o que a pessoa falou há cinco minutos, não lembro o lugar que acabei de passar… Os médicos falam que é aguardar a melhora com o tempo. Não tem o que fazer", afirmou.

Resguardo com Silvio Santos

Se o pai é preocupado com a filha, Silvia também relatou que a preocupação é recíproca, mesmo com o pai já vacinado.

"A gente está vendo aí essa terceira onda. Muita gente vai querer abraçar. E é assim: quando você vê, já abraçou. As pessoas não vão resguardá-lo como tem que resguardar. Então, se ele puder ficar mais um tempo em casa, a gente agradece”, finalizou.