Notícias às 12:00

Vanessa Williams sofreu ameaças de morte ao ser coroada miss

Reprodução/Instagram

Vanessa Williams relembrou como foram difíceis os primeiros dias para ela quando foi coronada em 1983, Miss Estados Unidos, sendo assim a primeira mulher negra a ganhar o famoso concurso de beleza.

A atriz, hoje com 57 anos, afirma que recebeu muitas ameaças de morte depois disso, de pessoas que não aceitavam que uma mulher de sua cor pudesse ser a nova Miss América.

"Eu ganhei (Miss Syracuse), Miss Nova York e Miss America, todos em seis meses, então saí dos primeiros anos na Universidade de Syracuse para, do nada, ser a primeira Miss America negra em 1983. E eu recebi ameaças de morte, estamos falando de 37 anos atrás", relembra.

"Muita gente não gosta de ser confrontada com a diversidade, e eu era o símbolo disso, então precisei provar que era mais esperta. Eu tinha talento", comentou.

Segundo o jornal New York Post, Vanessa explicou que passaram a vasculhar sua vida de todas as formas, até que ela foi forçada a desistir da coroa de Miss America quando surgiram fotos dela nua na revista Penthouse.

"Depois de ser Miss America, tive um problema com algumas fotos que eu tinha feito, que não foram lançadas e depois foram vendidas pelas minhas costas. Seis semanas depois de ser a Miss America, eu desisti", contou.

Para Vanessa ela foi vítima da cor de sua pele na época, e lamenta que o problema ainda exista nos dias de hoje.

Racismo no Grammy?

A ausência do cantor Abel Makkonen Tesfaye, o The Weeknd, da lista dos indicados ao prêmio Grammy 2021 gerou muita indignação. O artista dominou os rankings musicais dos Estados Unidos este ano e ainda ganhou dois prêmios VMAs.

Apesar da canção Blinding Lights, do álbum After Hours, ter ficado no topo do ranking da Billboard por quatro semanas seguidas, quebrado recordes, o cantor foi ignorado na premiação.

O artista, que é negro, inscreveu seu álbum de sucesso na categoria Pop. Apenas artistas brancos foram indicados ao Melhor Álbum de Pop Vocal: Justin Bieber, Lady Gaga, Taylor Swift, Harry Styles e Dua Lipa.

No entanto, The Weeknd não foi o primeiro artista negro a se envolver em polêmica com o Grammy, muito menos a não ser reconhecido pela bancada branca e elitista da premiação.

Hoje é dia dela! Confira curiosidades sobre Dulce Maria

Ela surpreende! Lady Gaga lança bolacha Oreo para promover Chromatica