Notícias às 10:10

Viola Davis chora a morte de sua mãe na telinha, Cicely Tyson

Reprodução/Instagram

Viola Davis postou um emocionante tributo a sua falecida mãe da televisão, Cicely Tyson. A morte da atriz de 96 anos foi confirmada pela família, e sua co-estrela em How To Get Away With Murder, que interpretava a filha de sua personagem Ophelia Harkness, Annalise Keating, no drama legal da ABC, admitiu que está com o coração partido pela notícia de sua morte. 

Viola agradeceu Cicely, com quem estrelou o filme de 2001 The Help, por fazer com que ela se sentisse "amada, vista e valorizada" em um mundo onde ainda existe desigualdade racial e por fazer com que ela visse "possibilidades" nela mesma. 

Ela escreveu no Instagram ao compartilhar uma foto com Tyson: 

"Estou devastada. Meu coração está partido. Eu te amo muito!! Você era tudo para mim! Você fez eu me sentir amada, vista e valorizada em um mundo onde ainda tem tanta invisibilidade para garotas da cor de chocolate como nós. Você me deu permissão para sonhar… Porque só nos meus sonhos eu podia ver as possibilidades em mim mesma". 

A ganhadora do Oscar também agradeceu Cicely por mudar sua vida, e disse que ela viverá para sempre em suas memórias. 

Ela acrescentou: "Ainda não estou pronta para que você seja meu anjo. Mas… Eu entendo que é só quando a última pessoa que tem uma memória nossa morre que morremos de verdade. Nesse caso, você será imortal. Obrigada por mudar a minha vida. Obrigada pelas longas conversas. Obrigada por me amar. Descanse em paz", anotou, junto a três emojis de corações partidos. 

Tributo de Obama

 

A atriz americana Cicely Tyson faleceu aos 96 anos na quinta-feira (28), confirmou sua família por meio de um comunicado. 

"Com o coração pesado, a família da Srta. Cicely Tyson anuncia sua transição pacífica esta tarde. Neste momento, por favor, permita que a família tenha privacidade." 

Cicely trabalhou na série How To Get Away With Murder, onde interpretava regularmente a mãe da personagem de Viola Davis. 

Seu empresário, Larry Thompson, acrescentou em uma declaração: "Eu gerenciei a carreira da Srta. Tyson por mais de 40 anos e cada ano foi um privilégio e uma bênção.", disse. 

"Cicely pensou em suas novas memórias como uma árvore de Natal decorada com todos os enfeites de sua vida pessoal e profissional. Hoje ela colocou o último ornamento, uma estrela, no topo da árvore." 

Tributos a Cicely inundaram as redes sociais após seu falecimento, incluindo um de Barack Obama: 

"Quando Cicely Tyson nasceu, os médicos previram que ela não sobreviveria por três meses por causa de um sopro em seu coração. O que eles não sabiam, o que eles não podiam saber, era que Cicely tinha um coração diferente de qualquer outro – o tipo que não só bateria por mais 96 anos, mas deixaria uma marca no mundo que poucos poderiam igualar. 

Em sua carreira extraordinária, Cicely Tyson foi uma das raras atrizes premiadas cujo trabalho na tela foi superado apenas pelo que ela foi capaz de realizar fora dele. 

Cicely não era exatamente destinada a Hollywood. Quando ela era criança, sua mãe – uma mulher trabalhadora e religiosa que limpava casas – nem mesmo a deixava ir ao cinema. Mas assim que Cicely se educou, ela tomou uma decisão consciente não apenas de dizer suas falas, mas de falar sua verdade. 

Em uma época em que papéis para atores que se pareciam com ela não eram fáceis de encontrar, ela se recusou a assumir papéis que reduzissem as mulheres negras ao seu gênero ou raça. Às vezes, isso significava que ela passaria anos sem trabalhar. Mas ela se orgulhava de saber que sempre que seu rosto aparecesse na câmera, ela estaria interpretando um personagem que era um ser humano – imperfeito, mas resistente; perfeito não apesar, mas por causa de suas imperfeições. Em todas as suas performances, em produções lendárias que vão de “Sounder” a “The Trip to Bountiful” a “The Autobiography of Miss Jane Pittman”, ela nos ajudou a ver a dignidade dentro de todos que compunham nossa milagrosa – e, sim, confusa – Família americana. 

Michelle e eu ficamos honrados quando Cicely veio à Casa Branca para receber a Medalha da Liberdade, sabendo que ela era um dos muitos gigantes sobre os quais estávamos – uma pioneira cujo legado não podia ser medido apenas por seus Emmys, Tony e Oscar, mas pelas barreiras que ela quebrou e pelos sonhos que tornou possíveis. Estamos enviando nossos pensamentos e orações a cada membro da família de Cicely e a todos aqueles que a amavam. E embora estejamos tristes porque seu coração finalmente parou hoje, é consolador saber que ela sempre viverá no nosso". 

Zendaya escreveu no Twitter: "Isso dói, hoje honramos e celebramos a vida de uma das maiores que já o fizeram. Obrigado Cicely Tyson. Descanse com grande poder." 

Shonda Rhimes – que produziu 'How To Get Away With Murder', no qual Cicely estrelou – escreveu: "Ela era uma pessoa extraordinária. E esta é uma perda extraordinária. Ela tinha muito a ensinar. E eu ainda tinha muito a aprender. Sou grata por cada momento. Seu poder e graça estarão conosco para sempre. " 

Durante sua trajetória Cicely ganhou três Primetime Emmy Awards, um Screen Actors Guild Award, um Tony Award e um Oscar, entre outros. Só lançou seu livro de memórias, 'Just as I Am' há dois dias.