Notícias às 02:00

Viúva de Nick Cordero é criticada por ‘furar fila’ da vacina

Reprodução/Instagram

Recentemente, Amanda Kloots, a viúva do ator Nick Cordero que morreu de Covid-19, em julho do ano passado, recebeu a primeira dose da vacina contra a doença, e resolveu comemorar isso nas redes sociais. 

Kloots confessou que sentiu alívio e felicidade ao ser vacinada, porque finalmente se sente mais protegida para não correr a mesma sorte do marido que faleceu por sérias complicações com o vírus, e não deixar seu filho sozinho no mundo. 

Mas muita gente criticou a apresentadora de 38 anos de ter supostamente 'furado a fila' da vacina, quando atualmente somente os trabalhadores da saúde estão recebendo sua dose em Los Angeles. 

Viúva de Nick Cordero ganha anel com cinzas do ator

Kloots explicou que esperou na fila e recebeu uma vacina que, de outra forma, teria sido descartada. 

"Eu estava totalmente preparada para ser rejeitada, mas eles disseram que tinham o suficiente esta noite para todos que esperavam. Eu não posso te dizer o quão animada eu estava e ainda estou", disse, acrescentando que seu filho de um ano, Elvis, estava no carro com ela. 

"OBRIGADO à Guarda Nacional que esteve aqui hoje como voluntária a partir das 5h30 administrando a vacina Pfizer nos braços dispostos. Desde que Nick faleceu, como uma mãe solteira, tenho pavor de contrair esse vírus e agora estou um passo mais perto da segurança”, escreveu Kloots. 

Em suas histórias no Instagram, a instrutora de fitness também se defendeu da "vergonha da vacina", dizendo a seus seguidores em vários vídeos que "a vergonha da vacina não deveria acontecer": 

“Em primeiro lugar, as vacinas não devem dar vergonha. Todos deveriam tomar essa vacina e quem tomar, deve comemorar que mais uma pessoa foi vacinada”, disse. 

Amanda Kloots então explicou que havia dirigido até o local da vacinação na esperança de que houvesse sobras de vacinas disponíveis depois que todas as consultas fossem cumpridas, porque do contrário, seriam descartadas. 

Kloots declarou entusiasmo que a vacina fosse colocada 'no braço de uma mãe solteira sobrevivente que merece receber uma vacina adicional que teria sido jogada fora'. 

"Então, por favor, não me envergonhe por ter sido vacinada, pois estou muito grata por ter esse primeiro passo para me vacinar contra esse vírus", acrescentou Kloots. 

"Esperar na fila, com um bebê no carro que deveria estar na cama, em um local de vacinação na esperança de que depois de terminadas todas as consultas, vacinas adicionais estarão disponíveis para quem estiver esperando NÃO É um privilégio de celebridade", avisou. 

O marido de Kloots morreu do vírus aos 41 anos, depois de passar mais de 90 dias no hospital. 

Desde a morte de Cordero, Kloots fala regularmente sobre sua experiência com o luto. 

Viúva de Nick Cordero se mudará para casa que compraram

Lembrança especial do marido

 

Na semana do Natal, Amanda Kloots, viúva do ator Nick Cordero, encheu seu feed do Instagram de fotos do marido, em uma clara homenagem a ele, que morreu ano passado por complicações da Covid-19. 

Amanda postou fotos do último Natal de Nick, em 2019, quando tudo estava bem e ele estava feliz e saudável com o filho Elvis, de seis meses na época. 

Ela também mostrou um presente especial que se deu de Natal: um anel com as cinzas de Cordero. 

"Algo muito especial chegou ontem. @stephaniegottlieb fez este anel para mim usando algumas das cinzas do Nick. Ela colocou uma safira no centro, sua pedra de nascimento. Este anel, gravado com NC, irá para Elvis um dia. Estou constantemente surpreendida com as maneiras como você pode incorporar cinzas para manter sua pessoa amada perto de você. Eu amo que Nick esteja comigo em muitos lugares… no oceano, num lindo vaso, numa urna e agora na minha mão. Nick comprou com Stephanie todas as minhas joias, ele sabia que eu amava seus designs! Minha aliança de casamento e meu anel de noivado são dela, então este anel é muito especial para mim", justificou.