Novelas

Imprimir

19/04/2020 | 00h26m - Ará Rocha

Resumo de novela - Avenida Brasil: Carminha afirma que Lucinda é inocente

Rede Globo - Avenida Brasil

Rede Globo - Avenida Brasil
Resumo de novela - Avenida Brasil: Carminha afirma que Lucinda é inocente - Reprodução/Avenida Brasil/TV Globo

Quinta-feira - 23/04 - Carminha afirma que Lucinda é inocente

Jorginho e Nina decidem sondar Nilo sobre os segredos de Lucinda. Carminha afirma que Lucinda é inocente e Santiago a intimida. Leleco questiona Muricy sobre a noite em que Max foi assassinado. Santiago e Carminha trocam acusações. Santiago visita Lucinda na prisão.

Lucinda acredita que Carminha foi sequestrada por Nilo quando criança. Tufão conta para a família que sua arma foi encontrada no lixão. Nina e Jorginho descobrem que Santiago está sustentando Nilo. A família Tufão fica apreensiva quando descobre que Lucinda pode ser inocente.

Capítulos anteriores de Avenida Brasil

Quarta-feira - 22/04 - Lucinda afirma que matou o próprio filho

Lucinda deixa todos boquiabertos com a confissão de que matou o próprio filho. Nina e Jorginho mal podem acreditar que a mãe do lixão foi capaz de cometer tal atrocidade. E na mansão de Tufão o clima não é diferente, a família toda se espanta. Apesar da confissão, a tensão entre quem estava no local do crime continua. Muricy conversa com Ivana sobre a noite em que Max foi assassinado e suspeita de uma atitude da filha. “O que que você estava fazendo com aquela arma, Ivana? Como é que ela veio parar na tua mão?”, questiona. “A arma estava caída no chão. Aí eu vi o corpo do Max, no meio daquele lixo. Será que a gente não fez besteira, mãe, de enterrar aquele revólver?”, pergunta-se Ivana. Muricy diz que elas agiram por um impulso e a tranquiliza, afirmando que a arma do crime não foi o revólver, mas uma enxada. “Aquilo é um lixão, filha! A uma hora dessas, aquela arma já está coberta de entulho, ninguém nunca vai achar!”, afirma. 

O que ela não sabe é que a arma será encontrada por alguns catadores. Temendo o que pode acontecer com o filho, Janaína decide fugir de mala e cuia com Lúcio. O rapaz acha que a fuga vai levantar suspeita sobre os dois, mas Jana está decidida. “Eu te vi lá com a arma na mão, Lúcio, eu vi com esses olhos aqui!”, afirma. Lúcio jura que não fez nada contra Max. “Eu desmaiei. Quando eu acordei, eu vi a arma, peguei a arma, foi aí que tu chegou e me viu lá!”, garante. Mas Janaína não se convence. “Se a polícia tiver alguma dúvida, quem você acha que vai para a cadeia, meu filho: alguém da família do Jorge Tufão ou o filho da empregada?”, diz ela. Decidida, a empregada entra em um táxi com o filho, mas os dois são vistos por Beverly. Não demora muito e a novidade cai nos ouvidos de Zezé, que faz questão de comunicar à família de Tufão que Janaína e Lúcio fugiram. 

Olenka decide atacar e, para isso, vai apostar todas as suas fichas no ponto fraco de Adauto. A cabeleireira descobre que o gari tem uma tara por mulheres vestidas de empregada e decide atiçá-lo. Olenka vai até o quarto e encontra Adauto na maior depressão. Ela lhe dá um copo com conhaque para instigar sua imaginação, e a bebida começa a surtir efeito. Ele vai até a cozinha e encontra a morena batendo um bolo com um vestidinho de babado, avental e lenço na cabeça. 

Adauto fica hipnotizado e se lembra da primeira vez que viu Muricy. Sem pestanejar, ele vai para cima de Olenka e os dois começam a se agarrar no chão da cozinha. Betânia visita Lucinda na delegacia e garante que a mãe do lixão não será condenada. Mas Lucinda avisa que sua situação é mais complicada e faz uma revelação macabra. “Essa não é a primeira vez que matei uma pessoa. Eu já cumpri pena, filha, por assassinato. (…) Matei uma pessoa por vingança, há muito tempo, minha vida acabou naquele dia. Eu nunca vou me perdoar”, conta Lucinda.

Terça-feira - 21/04 - Lucinda coloca fogo na casa de Nilo

Nina se desespera com a morte de Max. Lucinda acusa Nilo de ser um monstro. Lucinda observa o corpo Max. Tufão tem dúvidas sobre quem matou Max. Nina acredita que foi a responsável pela morte de Max. Nina diz a Jorginho que não se lembra do que houve, mas acha que pode, sim, ter matado Max. Carminha é levada do lixão por Santiago e sofre tortura psicológica do pai, a quem chama de maldito e é ameaçada: “Lava essa boca pra falar de mim! Esqueceu do que eu posso fazer com você?”.

Os moradores do Divino começam a apontar seus suspeitos pelo assassinato. No enterro de Max Carmem Lúcia espera todos irem embora para se despedir de seu eterno amante. Sofrida, ela se aproxima da cova com uma flor na mão e se ajoelha “Que pena que tudo terminou assim, meu amor… Eu te amei tanto, Max. E vou continuar te amando… Me espera! Qualquer hora eu volto pra ficar aqui com você, pra sempre…”, diz Carminha, chorando.

Transtornada com a morte de Max, Lucinda coloca fogo na casa de Nilo enquanto ele dorme. Ao acordar, o catador leva um susto e ouve de Lucinda: “O Max tava certo. Essa família não existe, deu tudo errado, é lixo. Família podre! Não devia nem ter começado. Agora acabou!” Nilo ainda tenta apagar as chamas, mas a casa vai abaixo.

Lucinda sai andando, sem dar ouvidos a Betânia e às crianças, e sobe em um caminhão de lixo. “Essa minha vida acabou. Cuida deles, Betânia… Tchau, meus amores!”, se despede a mãe do lixão. Desesperadas, as crianças começam a chorar e recebem o afago de Betânia, que promete cuidar de todos. Lucinda vai à delegacia e revela que matou Max.

Segunda-feira - 20/04 - Max é assassinado

Max amarra Nina e Carminha juntas. Diógenes acusa Suelen de ter destruído a vida de Leandro. Jorginho diz para Diógenes que pensa em desistir do futebol. Muricy propõe reconciliação a Leleco. Monalisa considera a ideia de se reaproximar de Tufão. Cadinho confessa para as esposas que está falido. Monalisa é fotografada para o lançamento de seu produto de beleza.

Verônica, Noêmia e Alexia ficam furiosas com Cadinho. Jorginho descobre que Nina foi para o lixão. Tufão descobre que sua arma sumiu. Max afirma que Nina e Carminha terão o mesmo fim. Nina consegue pegar a arma de Max. Carminha liga para Lúcio e Max ameaça provocar uma chacina. Ivana decide ir até o lixão. Roni e Suelen encontram Leandro na rodviária. Leandro aceita ficar com Roni e Suelen. 

Zezé avisa Janaína sobre o surto de Max. Janaína não encontra Lúcio em casa. Monalisa se preocupa com Tufão ao saber do surto de Max. Picolé pede ajuda a Santiago enquanto todos tentam chegar ao lixão. Max ateia fogo à casa de Lucinda e atira em Lúcio. Max foge e leva Nina como refém. Nina recebe uma pancada e ao acordar, descobre que Max foi assassinado.

Sexta-feira - 17/04 - Leleco não deixa Carminha fugir

Max ironiza Carminha. Jorginho vai à mansão. Carminha tenta convencer Max de seu arrependimento. Wallerson convida Suelen para viajar. Iran pede Débora em casamento. Wallerson e Suelen são fotografados juntos. Jorginho afirma para Carminha que Max tentará se vingar dela. Wallerson destrata Suelen e a expulsa de sua casa.

Max vê Carminha tentando fugir da mansão e a impede. Janaína convence Lúcio a abandonar Carminha. Max entrega para Ivana uma caixa com porta-retratos para a família e deixa a mansão. Leleco não deixa Carminha fugir. Ivana abre a caixa de Max e se desespera ao ver as fotos de Carminha e Max. Tufão confronta Carminha.

Tudo sobre Avenida Brasil

Os resumos dos capítulos da novela são de responsabilidade da emissora. OFuxico se isenta no caso de alterações.







Instagram

Instagram

OFuxico