Salve-se quem Puder às 11:49

Salve-se Quem Puder: Finais de Alexia, Kyra e Luna dão o que falar

Retrato de Deborah Secco, Juliana Paiva e Vitória Strada no final de Salve-se Quem Puder

Protagonistas tiveram os aguardados finais felizes (Foto: Danilo Togo/Divulgação/Globo)

Na última sexta-feira, 16 de julho, a novela “Salve-se Quem Puder”, da TV Globo, chegou ao fim. A trama de Daniel Ortiz divertiu, sofreu uma pausa e se reergueu para levar ao público os aguardados desfechos do querido trio formado por Alexia (Deborah Secco), Kyra (Vitória Strada) e Luna (Juliana Paiva).

Claro que não dá pra começar a falar sem lembrar da imensa dúvida pairando na mente e no coração de Kyra. Dividida entre Alan (Thiago Fragoso) e Rafael (Bruno Ferrari), ela fez a alegria dos fãs de “Kyrael” ao escolher o seu grande amor.

Por sua vez, Alan, que estava completamente apaixonado pela maluquinha, deu chance ao amor ao lado de Júlia (Sophia Abrahão), apesar da sensação de “prêmio de consolação” para o galã.

Bom, dessa vez os internautas não ficaram muito alegres, já que uma parcela esperava Alan e Kyra juntos, e outra parte não sentiu química entre os advogados. Mas agora já foi!

Enquanto isso, o outro problema amoroso envolvendo Luna, Téo (Felipe Simas) e Alejandro (Rodrigo Simas) terminou com “Lutéo”! A jovem, bem menos atrapalhada que a amiga Kyra, estava ponderando até que decidiu correr atrás do rapaz por quem seu coração bateu mais forte desde o momento de sua chegada à Empório.

Os dois a esperavam no avião, cada um torcendo para si mesmo. Entretanto, a viagem aceita pela protagonista foi aquela ao lado de Téo, não teve jeito. Sendo assim, Alejandro terminou a trama com Bel (Dandara Mariana).

E Alexia Máximo? Ela não poderia ser esquecida, não é mesmo?! Nem terminar de uma forma básica. Rolou casamento, sim, e com o seu caipira preferido. Ela subiu ao altar para dizer o famoso “sim” para Zezinho (João Baldasserini) e contou com o apoio de suas inseparáveis parceiras, outra cena com muita emoção.

TÉRMINO EMPODERADO

Ermelinda (Grace Gianoukas) ficou é livre, leve e solta! Ao chegar na cerimônia de casamento do filho com Alexia, a matriarca estava belíssima e sozinha, deixando Zezeinho confuso. Então, ela explicou:

“Nem Nanico (Babu Santana), nem Edgar (Cosme dos Santos) porque eu não preciso escolher. Sou uma mulher independente, minhas geléia tá vendendo bem, ocê já se despachou [de casa], não vai mais me dar trabaio. Agora eu quero é viver, curtir!”

REENCONTRO PARA VER COM O LENCINHO DO LADO

Outro momento lindo de Alexia foi o reencontro com o seu avô, Ignácio (Otávio Augusto). Alen ajudou a prima e caiu no choro também.

“Eu estou aqui, viva. Estou com tanta saudade, vô!”, disse ela, correndo para abraçar Ignácio. “Não teve um dia que eu não pensei em você”, afirmou. Eu te amo muito, minha estrelinha”, declarou o avô, todo feliz.

ALFINETADA

Ao retornar, Alexia é convidada a retornar à novela na qual trabalhava antes de “morrer”. Como Petra (Bruna Guerin), a irmã invejosa, mandava muito mal na atuação, foi desligada do trabalho na TV Globo e expulsa do prédio, cena que a “morta-viva” presenciou.

Ao ir até Petra, Alexia viu que ela não mudou e nunca vai mudar. De lição, a empurrou no espelho d’água que estava atrás e saiu desfilando, poderosa. Com raiva, Petra começou a gritar e usou as forças de expressão comumente usadas nas redes sociais contra a emissora global.

“Bando de comunistas, é isso o que vocês são! Mas o Brasil já sabe o grande plano maléfico que vocês têm pra acabar com este País, com as pessoas de bem. Eu sou uma cidadã de bem!”

FINAL FELIZ

Renzo (Rafael Cardoso) consegue sua tão sonhada redenção. O sobrinho de Dominique (Guilhermina Guinle) vira mocinho e consegue o perdão de Alexia, Kyra e Luna, que mentem no depoimento para inocentá-lo.

No último capítulo, por fim, ele ficou feliz com a notícia de que a prima Aurora (Gabriela Moreyra) conseguiu tornar-se diplomata e o clima romântico fica ainda mais forte entre eles.

SPIN-OFF? 

Ah, férias queridas. O trio protagonista passou por poucas e boas desde o furacão que revirou a vida delas em Cancún e desencadeou toda a trama. Por isso elas decidiram retornar ao local, juntas, para celebrar a amizade e seus desfechos felizes.

Conversa aqui, ali, bebidinhas, banho de mar e trovão! Quando estavam conversando, o clima começou a mudar e Kyra confessou que não tinha olhado a previsão do tempo. Mas ela contorna: “Um furacão não cai no mesmo lugar, né?!”, disse e elas brindaram.

Porém, a câmera começou a se distanciar e um efeito especial mostrou, sim, a formação de um furacão bem em cima de onde elas estavam. Como assim? 

Isso deixou os fãs ligados, achando que vem alguma coisa pela frente, como uma série, um episódio especial. Bem que poderia, viu, Daniel Ortiz.

IMPREVISTO NO MEIO DO CAMINHO COM A PANDEMIA

A história criada e escrita por Daniel Ortiz e com direção artística de Fred Mayrink saiu do ar após a exibição de 54 capítulos, no dia 28 de março de 2020. A retomada das gravações nos Estúdios Globo aconteceu somente cinco meses depois, em agosto. 

Para que a história continuasse, foram tomados rigorosos esquemas de segurança, testagens semanais no elenco e em toda a equipe, uso obrigatório de equipamentos de EPIs, restrições em áreas de circulação e camarins individuais para o elenco. 

Houve também a utilização de alguns recursos em cena, que também ajudaram a garantir o distanciamento social, como uma placa de acrílico entre os atores, retirada de cena com edição.

Em dezembro, os trabalhos foram finalizados e a novela voltou ao ar em 22 de março deste ano com a reprise desde o primeiro capítulo. Dois meses depois, a estreia da fase final de “Salve-se Quem Puder’” continuou com o mesmo gancho de onde parou: a perseguição da vilã Dominique (Guilhermina Guinle) a Luna, uma das testemunhas do assassinato do juiz Vitório (Aílton Graça), em Cancún. 

Assim, o público teve a oportunidade de acompanhar os capítulos da única novela inédita no ar na TV Globo.