Spoiler de novela às 18:06

Elas por Elas: Filho de Bruno reaparece e aterroriza Natália

Natália (Mariana Santos) assustada em Elas por Elas
Foto: TV Globo/Divulgação

Um dos grandes focos narrativos de “Elas por Elas”, da TV Globo, é a misteriosa morte de Bruno (Luan Argollo) em 1998, que traumatizou a vida toda de Natália (Mariana Santos) sua irmã gêmea, que acredita na hipótese de ele ter sido assassinado, e não ter sido um acidente como lhe foi dito.

Porém, o que ninguém esperava é que o mau-caráter teve um filho no passado, chamado Marcos, que está aparecendo na história atual da novela. Ele é o rapaz que a fotógrafa viu em um bar no capítulo da última quinta-feira, 23 de novembro.

Interpretado pelo mesmo ator do pai, o parentesco deve ser confirmado em breve, e Natália passará a conviver com seu sobrinho. Que ela não espera é que ele na verdade é um lobo em pele de cordeiro, que vai causar muito em sua vida igual ao pai. As informações são da coluna Play, do jornal OGlobo, comandada por Anna Luiza Santiago.

Ainda, foi revelado que mais um personagem aparecerá na trama: Ricardo, novo par romântico de Renée (Maria Clara Spinelli), cujo ator ainda não foi escalado, mas suas cenas devem estar sendo escritas, pois papel na história está definido.

Confira resumo do capítulo de 25 de novembro

Helena é rude com Giovanni, que se surpreende com as palavras da mãe. Jonas e Adriana pedem ajuda a Lara contra a armação de Roberto e Helena. Ísis se preocupa quando Giovanni não atende seu telefonema. Márcia/Susana disfarça quando Vic a questiona como ela sabe a história de sua família.

Roberto planeja sabotar o processo de Lara. Todos se preocupam com o sumiço de Giovanni. Mário flagra Roberto com Vilma em um restaurante. Carlinhos leva Ísis até Giovanni, que havia se escondido no abrigo de animais. Érica abre os olhos, e Edu e Yeda se surpreendem.

“Elas por Elas” é criada por Cassiano Gabus Mendes e escrita por Thereza Falcão e Alessandro Marson, com direção artística de Amora Mautner. A obra tem colaboração de Carol Santos, Letícia Mey e Wendell Bendelack.

A direção é de Caetano Caruso, Fellipe Barbosa, Mayara Aguiar e Mariana Duarte. A produção é de Andrea Kelly e Isabel Ribeiro e a direção de gênero de José Luiz Villamarim.