Spoiler de novela às 15:05

Império: Cora morre virgem, após levar um tiro que tinha Zé Alfredo como alvo

Cora (Marjorie Estiano) desmaia nos braços de José Alfredo (Alexandre Nero)

Foto: Reprodução/Império/TV Globo

Maurílio (Carmo Dalla Vecchia) não vai dar trégua para José Alfredo (Alexandre Nero). Nos próximos capítulos de “Império”, o malvadão vai tentar atirar no Comendador, bem no meio do desfile da Escola de Samba União de Santa Teresa.

Cora (Marjorie Estiano), mascarada, vê Maurílio vestido de morte, segurando uma arma e tem a certeza de que Zé Alfredo será o alvo.

Ela procura pelo Comendador, que está no carro alegórico que simboliza o império conquistado por ele. Quem está com ele por lá é Maria Marta (Lília Cabral), os filhos Clara (Andréia Horta), Lucas (Daniel Rocha) e Pedro (Caio Blat) e de Du (Josie Pessoa).

Cora escala a alegoria e Marta ficará irritada com aquela presença insuportável num momento de glória para a família.

Cora tenta alertar:

“Foge, Zé! A morte tá chegando ali!”

Maurílio também subirá no carro alegórico, mas por trás. Ele mira em seu grande rival e atira. A virgem Cora se joga na frente e é ela quem será baleada.

Leia+: Império: Silviano pode matar ou morrer por Maria Marta

NOS BRAÇOS DO GRANDE AMOR

Coitadinha! Cora leva o tiro e cai nos braços do seu grande amor. À beira da morte, ela ainda suplica por um beijo.

“Eu vou morrer donzela… Depois de tanto tempo me guardando pra você… Não é justo…”

Ele sente uma compaixão pela moça, que sempre implorou sua atenção e uma noite de amor com ele e dá um beijo em sua boca. Ela então escorrega e cai desmaiada.

REALIDADE OU IMAGINAÇÃO?

Levada ao hospital, ela passa por uma cirurgia muito delicada, já que a bala perfura seu pulmão. Após a operação, quando estiver se recuperando em seu quarto na UTI, ela recebe a “visita” do Comendador. Ele aparece para lhe dar a tão esperada noite de amor.

José Alfredo desliga os aparelhos e afirma que está pronto para saciar o desejo da megera. A vilã dá gritos de prazer.

“Você foi meu, Zé, e foi melhor do que eu pensava. Você me fez mulher!”.

O empresário responde que a ama e ela retribui.

Alguns minutos depois, a enfermeira entra no quarto e ouve o relato da paciente.

Leia+: Confira os resumos de Império, de 11 a 16 de outubro

“Meu cunhado esteve aqui. Deitou comigo e me amou! Cumpriu com o destino dele. Me fez mulher”, diz Cora, encantada.

“Mas eu estava no meu posto, no fim do corredor, e sei que aqui não entrou ninguém”, responde a funcionária, deixando telespectador em dúvida se a noite de amor realmente ocorreu.

A vilã insiste na história e acaba ficando muito nervosa, com os batimentos cardíacos acelerados. A enfermeira logo chama o médico plantonista, que tenta salvá-la usando os desfibriladores.

Josué (Roberto Birindelli) aparece perguntando ao patrão qual é o destino. Ele indica o hospital, o que reforça que tudo não passou de um delírio de Cora. Enquanto isso, a megera vê um vulto saindo de dentro dela e morre. Um filete de líquido verde escorre pelo canto da boca de Cora, como se fosse um veneno, fazendo alusão a uma cobra.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS

Victor Pecoraro joga garrafa contra Rico em A Fazenda 13
A Fazenda 13: Rico acusa Dynho de violência
Solange Gomes pede que escondam as facas em A Fazenda 13, por causa de Rico
Luisa Mell aciona a justiça e pede medida protetiva contra o ex
Cátia Fonseca detona Bolsonaro, depois do “veto do absorvente”