Opinião às 07:40

“Jack In The Box”: J-Hope, do BTS, explora novo lado de si em primeiro álbum solo

J-Hope, do BTS, em MV da faixa "ARSON"
Foto: Reprodução/YouTube

Veio aí! Na madrugada desta sexta-feira, 15 de julho, J-Hope, um dos integrantes do BTS, divulgou seu primeiro álbum solo. Intitulado “Jack In The Box”, o disco contou com dez músicas e marcou a primeira estreia de um dos membros do septeto com um álbum de estúdio desde que anunciaram uma pausa, para que cada um pudesse focar em seus próprios projetos.

Além de representar um novo capítulo do grupo, “Jack In The Box” ainda deixa evidente a chegada de uma nova era do rapper. Com o objetivo de inovar e mostrar outros lados de sua personalidade para os fãs além da persona de J-Hope, membro do BTS, Jung Hoseok mergulhou de cabeça em um conceito mais sombrio.

Leia+: J-Hope, do BTS, escreve carta emocionante após lançamento de single

Apesar de ser o primeiro álbum de estúdio do idol, que é conhecido por sua energia elevada e por seu bordão clássico “I’m your hope, you’re my hope, I’m J-Hope”, traduzido como “Eu sou sua esperança, você é a minha esperança e eu sou o J-Hope”, esta não é a primeira vez que ele lança um projeto sem a participação dos outros seis integrantes do grupo sul-coreano. Em 2018, o artista lançou sua mixtape “Hope World”, que contou com sete músicas, e, no ano seguinte, J-Hope também liberou o single “Chicken Noodle Soup”, em parceria com a cantora Becky G

Em seus últimos lançamentos, o artista mostrou seu lado mais energético, com músicas mais animadas. No entanto, é evidente que “Jack In The Box” chegou com uma proposta diferente. Como foi dito pela própria Big Hit Music, agência responsável pelo artista, a ideia de Hoseok era, justamente, explorar sua música novas possibilidades: “O álbum solo de J-Hope, como expresso no título do álbum ‘Jack In The Box’, representa suas aspirações de quebrar os padrões e crescer ainda mais”.

MÚSICAS

Apesar disso, a mensagem passada pelo cantor ainda é a mesma, o que fica evidente logo na primeira canção do álbum: “Intro”. Como o próprio nome diz, a faixa é considerada como a introdução do novo projeto e conta a história da Caixa de Pandora. No mito grego, o objeto continha todos os males da Terra, tais como miséria, pobreza, morte, vício, inveja, entre outros. No entanto, no meio de tanta escuridão, a caixa também guardava uma coisa positiva: a esperança. 

Leia+: BTS anuncia parceria com Disney+ e novo documentário sobre o grupo

Em entrevista à Rolling Stone sobre o álbum, J-Hope comentou sobre a ligação do mito com o seu nome e novo projeto: “O conceito ‘Jack In The Box’ está fortemente ligado ao meu nome artístico, então acho que sempre tive a ideia no meu bolso de trás. Eu sempre senti a necessidade de desvendar músicas ligadas ao jack in the box tematicamente por um longo tempo. A caixa de Pandora também é uma analogia para o meu nome”.

Logo em seguida, o álbum apresenta as músicas “Pandora’s Box”, “MORE”, “STOP”, e “What If…”, que trazem o clássico do rap e o novo conceito abordado pelo artista. A canção “MORE”, ainda foi comparada pelos fãs com a faixa “Joke”, da primeira mixtape de RM, que apresenta uma estética parecida. 

Além disso, outros também analisaram o MV mais a fundo e identificaram referências ao filme “Clube da Luta”, de 1999, que mostra Jack Moore, um personagem com duas personalidades completamente distintas, que sofre com problemas psicológicos, criticando o que o consumo e a posição na sociedade podem causar na mente das pessoas.

Enquanto isso, “Equal Sign”, “Safety Zone” e “Future” revisitam os estilos já explorados pelo cantor no passado, trazendo em si mesmas uma melodia mais alegre e calma, se aproximando mais ao estilo do K-pop, que apresenta, predominantemente, a mistura do pop com o rap. 

Leia+: BTS: Parlamentares discutem sobre alteração na lei sobre serviço militar para grupo de K-pop

Por fim, Hoseok fecha o álbum com a faixa “ARSON”, que foi escolhida como segundo single do disco, sendo “MORE” o seu primeiro, e contou com um MV. Assim como “MORE”, a canção e seu clipe seguem a estética do projeto, mostrando o artista no meio de um incêndio, com um macacão branco e uma maquiagem mais carregada, marcando os olhos com um esfumado preto.

Assista ao vídeo:

Confira o álbum completo:

Siga OFuxico no Google News e receba alertas sobre as principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!