Polêmica às 15:50

Atletas surgem sem máscaras na abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio

Foto dos anéis olímpicos na cerimônia de abertura das Olimpíadas de Tóquio

Reprodução/TV Globo

O que houve? Na abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio nesta sexta-feira, 23 de julho, as delegações participantes realizaram o tradicional desfile das nações, mas dois países chamaram a atenção por chegarem ao Estádio Nacional de Tóquio sem máscara, como pedia o protocolo das organizações do evento contra a Covid-19.

Os atletas e dirigentes do Quirguistão e do Tajiquistão desfilaram sorridentes, sem o item de proteção, e destoaram do restante das delegações.

Veja +: Como assistir aos jogos da Seleção Feminina de Futebol nas Olimpíadas?

Ficou decretado que todos os atletas devem usar máscaras fora das zonas de competição, inclusive nas áreas comuns da Vila Olímpica e na cerimônia de abertura, que foi exibida no Brasil a partir das 7h45, pelo horário de Brasília.

A pandemia acabou limitando o número pessoas para o evento. O Brasil, por exemplo, diante do cenário de crise sanitária, desfilou apenas com quatro pessoas, incluindo os porta-bandeiras Bruninho e Ketlyn Quadros. Essa decisão foi feita pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) como precaução para a possível transmissão do vírus entre os esportistas.

Por outro lado, Argentina, Itália e Estados Unidos foram exemplos de aglomeração na hora do desfile.

Até o momento, não houve um pronunciamento oficial dos responsáveis das delegações do Quirguistão e do Tajiquistão sobre o episódio, nem mesmo a organização das Olimpíadas.

AUMENTO DE INFECÇÕES

Na última quinta-feira, 22 de julho, em plena véspera da abertura das Olimpíadas de Tóquio, a capital registrou 1.979 novos casos de Covid-19. O salto em novas infecções é o maior aumento na cidade japonesa desde o dia 15 de janeiro.

Nove dos 91 casos relatados eram de pessoas instaladas na Vila Olímpica, sendo cinco atletas e quatro integrantes ligados aos jogos. Atualmente, Tóquio está em estado de emergência em razão do novo coronavírus – com previsão de expiração em 22 de agosto.

Veja +: Tiago Leifert relembra cobertura de Jogo Olímpicos e se emociona