Polêmica às 20:40

Felipe Neto é atacado na web por policial militar do Rio de Janeiro

Felipe Neto posando para foto

Felipe Neto – Reprodução/Instagram

Nesta quarta-feira (9), Felipe Neto deu um susto nos fãs ao publicar uma mensagem que recebeu ao postar os dados das mortes por Covid-19 no Brasil. De acordo com o youtuber, o post ofensivo foi feito por um policial militar do Rio de Janeiro.

“Pena que não levou você, seu esquerdista babaca”, diz o internauta que respondeu Felipe.

Por meio do Twitter, Felipe Neto se assustou com a resposta e avisou que já está tomando as devidas providências com relação ao assunto.

Veja+: Felipe se livra de problema na Justiça

“Bom, galera, essa foi a mensagem que um Policial Militar do Rio de Janeiro me mandou, após eu postar o número de mortos por Covid no Brasil e no mundo. Tomarei as providências. Ele tem um fuzil na mão. Eu não consigo descrever o que é ser vítima disso”, finalizou o youtuber.

Problemas na Justiça

Justiça de Rio de Janeiro arquivou o processo contra o empresário e youtuber Felipe Neto por corrupção de menores ao considerar que não havia elementos que configurem o crime. A notícia foi informada pelo UOL, que teve acesso aos documentos.

De acordo com a Polícia Civil, o youtuber teria cometido o crime por não ter limitado a classificação etária de vídeos seus com conteúdo e linguajar inapropriado para menores.

No documento, o promotor Alexandre Themistocles, da 2ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal Especializada, afirmou que o suposto crime não fez nenhuma vítima.

“Não há nenhum elemento a autorizar o reconhecimento de que o investigado tenha agido para satisfazer a própria lascívia. Não há notícia da existência de qualquer vítima”, escreveu no parecer.

Processo sobre Bolsonaro

Outra vitória foi no processo sobre o presidente Jair Bolsonaro, aberto após o vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente da República, protocolar uma notícia-crime contra Felipe Neto por supostamente caluniar e difamar o presidente, onde o chamou de genocida.

Porém, o Ministério Público também apontou um parecer favorável por conta de “flagrante ilegalidade” na denúncia.

Felipe Neto se manifestou

Ao falar do processo sobre a corrupção de menores, Felipe Neto fez um post nas redes sociais.

“A tentativa nojenta de me imputar um dos piores crimes da humanidade se encerrou hoje. A juíza do caso concordou com o parecer do Ministério Público, informando que eu não cometi crime algum de corrupção de menores, pois nunca houve uma vítima sequer e eu nunca fiz nada nesse sentido.

A alegação era de que eu teria cometido esse crime nojento apenas porque não colocava classificação indicativa de idade nos meus vídeos do passado. Ora, até hoje praticamente nenhum youtuber no planeta coloca classificação em seus vídeos. Foi um golpe baixo, sujo, horrível. Muitas pessoas acreditaram e acham que eu sou um corruptor de menores. Por isso, preciso de ajuda de vocês. Espalhem essa matéria, espalhem a verdade, eu peço do fundo do meu coração. Nós sempre vamos vencer!”, disse.