Polêmica às 13:05

Filha de Alec Baldwin arma barraco após apresentadora chamá-lo de ‘assassino’

Ireland Baldwin e Candace Owens

Reprodução/Instagram

Alec Baldwin está no olho do furacão por conta do tiro não-intencional durante as filmagens do longa Rust, que acabou com a morte da diretora de fotografia, Halyna Hutchins. Agora, Ireland Baldwin, filha do ator, armou um barraco nas redes sociais, após a apresentadora Candace Owens citar a tragédia e chamar Baldwin de “assassino”.

De início, a apresentadora, que é declarada apoiadora de Donald Trump, chegou a atrelar o acidente à oposição do ator ao ex-presidente.

“Alec Baldwin passou 4 anos se dedicando a pintar Donald Trump e seus apoiadores como assassinos do mal. O que aconteceu com Alec seria um exemplo de justiça poética se não fosse pelos próprios inocentes que foram assassinados por ele. Ore por suas famílias. Tão triste”, disse a apresentadora.

Ireland Baldwin esbravejou à altura, chamando a apresentadora de nojenta e que tem “vergonha de respirar o mesmo ar que ela”.

“Você é o ser humano mais nojento, odioso e canceroso que já conheci. Independentemente de suas opiniões sujas na maioria das vezes, o fato de que você desrespeitaria a vida de uma mulher que foi morta acidental e tragicamente … Que vergonha. Sim… vou prosseguir e fazer uma pausa no Instagram. Tenho vergonha de [respirar] o mesmo ar que esta mulher”, disse a modelo.

Ireland Baldwin ainda citou o fato de Candace Owens não ter se vacinado contra a Covid-19.

“Seja um republicano e vacinado, não dou a mínima.  Há muitos valores republicanos que eu apoio e muitos outros liberais que eu também apoio. Mas uma merda que me encontro fazendo é ser respeitoso. Mas nós não estamos debatendo máscaras e vacinas e aborto e direitos trans aqui. A vida de uma mulher foi perdida.  Seus tweets, falta de informação e ignorância estão prejudicando as pessoas. Você e aquele canalha @jackmposobiec não têm a menor ideia do que estão falando e geralmente nunca fazem.  Eu respeito a opinião das pessoas, mas se você apoia esses palhaços absolutos, por favor, não me siga mais.  Eu imploro”, disse Ireland.

Ireland Baldwin ainda detonou as pessoas que tem o mesmo pensamento de Candace e pediu que eles parassem de seguí-la.

“Se você simplesmente não respeita as pessoas … deixe de me seguir. É tão simples. Pare de me seguir se você não apoia os direitos das mulheres. Pare de me seguir se você não suporta direito trans. Direitos LGBTQ como um todo. Direitos humanos.  Mas realmente aperte o botão de parar de seguir se você está tentando difamar meu pai e tweetar essas declarações horríveis sobre esta situação trágica. Parte meu coração que as pessoas sejam tão odiosas e ignorantes”, desabafou.

Candace não deixou quieto e fez questões de expor as conversas com Ireland Baldwin nas suas redes sociais.

“Ireland Baldwin está em minhas DMs porque não me sinto mal por seu pai psicopata. Sinta-se mal pela vítima, não por Alec. Ele sempre foi um predador em Hollywood que foi dispensado”, disse ela, mostrando as conversas privadas entre elas.

Posts de Ireland Baldwin e Candace Owens
Reprodução/Instagram
Posts de Ireland Baldwin e Candace Owens
Reprodução/Instagram
Posts de Ireland Baldwin e Candace Owens
Reprodução/Instagram
Posts de Ireland Baldwin e Candace Owens
Reprodução/Instagram
Posts de Ireland Baldwin e Candace Owens
Reprodução/Instagram

Entenda o caso!

Rolou um momento tenso no set de “Rust”, filme estrelado por Alec Baldwin (63). De acordo com o The New York Time, o ator disparou uma arma cenográfica e acertou em cheio a diretora de fotografia Halyna Hutchins (42) que morreu e feriu o diretor Joel Souza (48). O fato aconteceu no Bonanza Creek Ranch, em Santa Fé, Novo México.

“O gabinete confirma que os dois indivíduos baleados no set de ‘Rust’ foram a diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42, e o diretor do filme, Joel Souza, 48, atingidos quando uma arma cenográfica foi disparada pelo ator e produtor Alec Baldwin”, afirma o comunicado.

Socorrida, Hutchins chegou a ser levada de helicóptero ao hospital da Universidade do Novo México, mas não conseguiu resistir aos ferimentos. Já Joel Souza, que foi atingido no ombro, foi levado de ambulância ao centro médico Regional Christus St. Vincent e já recebeu alta.

Veja+: Alec Baldwin aparece segurando filha recém-nascida

DISPARO

De acordo com a polícia local, o disparo aconteceu durante uma cena e não se tem a informação se tratava-se de um ensaio ou filmagem.

“Os detetives estão investigando como e que tipo de munição foi disparado”.

As filmagens foram canceladas para o momento e acontece agora a interrogação de testemunhas para elucidar o caso. Baldwin prestou depoimento na polícia e foi liberado logo em seguida. Nem o ator nem a produção se manifestaram sobre o ocorrido ainda. Sabe-se que, segundo o jornal local Santa Fé New Mexican, Baldwin foi visto inconsolável, chorando muito após o ocorrido, ao falar no celular, do lado de fora da delegacia.

QUEM ERA HALYNA HUTCHINS

Aos 42 anos, Halyna Hutchins era diretora de fotografia e desde 2012 trabalhava na produção de curtas e produções para a TV. Nascida na Ucrânia, foi criada em uma base militar soviética no Circulo Polar Ártico, estudou jornalismo em seu país e cinema em Los Angeles.

Assinou a fotografia de “Archenemy” (2020), com Joe Manganiello, “Blindfire” (2020) e “The Mad Hatter” (2021).

Esta semana, ela chegou a publicar em suas redes, um vídeo falando sobre “Rust”:

“Um dos benefícios de gravar um filme de velho oeste é que você pode andar a cavalo na sua folga.”

Veja+: Hilaria Baldwin volta ao Instagram após polêmica

PRINCIPAIS NOTÍCIAS:
Erasmo investiu fortuna para evitar crise após A Fazenda 13
Antônia Fontenelle revela destino de cachê de ensaio nu
Nos Tempos do Imperador: Teresa expulsa Luísa da Quinta
Marcos Palmeira grava ‘Pantanal’ e faz alerta sobre meio ambiente
Gui Araújo, Jade, João Guilherme, Anitta… Entenda tudo sobre a polêmica!
MasterChef Brasil: Ronnie Von apresenta prova de duelos envolvendo chá
Eddie Murphy ensina a neta de dois anos a tocar piano