Polêmica às 14:14

Gisele Bündchen é detonada após defender modelo antivacina

gisele-bundchen

Reprodução/@gisele

Gisele Bündchen se envolveu em polêmica ao sair em defesa da modelo Doutzen Kroes. A holandesa movimentou as redes sociais ao declarar que não vai tomar a vacina da Covid-19, indo contra a recomendação da OMS, e afirmou que não será obrigada a provar o seu estado de saúde para viver em sociedade.

“Embora minhas mãos estejam tremendo ao escrever isso, sinto que é hora de escolher a coragem em vez do conforto e falar minha verdade: Não serei obrigada a tomar a dose. Não serei obrigada a provar minha saúde para participar da sociedade. Não aceitarei a exclusão de pessoas com base em seu estado de saúde. A liberdade de expressão é um direito pelo qual vale a pena lutar, mas só podemos resolver isso unidos na paz e no amor!”, disse a ex-angel da Victoria’s Secret em uma postagem no Instagram.

Após a enxurrada de críticas nos comentários, Gisele saiu em defesa da colega de profissão e teceu elogios a top model.

“Eu conheço Doutzen e ela é uma pessoa gentil e amorosa. Eu não posso acreditar no ódio dirigido a ela porque ela expressou seus sentimentos. Me entristece ver todo o julgamento e a falta de empatia no coração de tantas pessoas. O ódio não é a resposta. A única maneira de criar um mundo melhor é por meio da compaixão e da aceitação”, afirmou a gaúcha nos comentários. 

VEJA TAMBÉM:

Gisele Bündchen visita Ambipar, multinacional líder em gestão ambiental

Atentado de 11 de setembro: Os famosos que sobreviveram à tragédia

Gisele Bündchen resgata filhote de esquilo que caiu de árvore

Em seguida, Gisele convidou as pessoas a meditarem. “Eu convido você a silenciar sua mente e ir fundo para encontrar o amor em seu coração para podermos todos nos unir em paz e criar harmonia em nossas vidas e em nosso mundo. Precisamos disso mais do que nunca”, finalizou.

gisele-bundchen-defende-doutzen-apos-post-antivacina
(Reprodução/@gisele)

Não demorou muito para que a web repercutisse o comentário da modelo. “Triste a Gisele Bündchen apoiar o discurso antivax da Doutzen Kroes além de pra mim deixar bem claro que mostrar amar a natureza e árvores e usar vestido vegano no Met Gala não significa muita coisa quando você não tem consciência de classe”, disparou um. “Eu to rindo demais da galera passada que a Gisele Bundchen é anti vacina kkkkk minha gente, militar no MET GALA, abraçar árvore e comer planta não isenta do privilégio de classe que ela tá e não tem consciência não”, pontuou outra.

CARDI B ANTIVACINA

O glamour do MET Gala 2021, realizado na segunda-feira, 13 de setembro, foi total, mas alguns nomes que costumam causar naquele tapete vermelho de Nova Iorque, fizeram falta. A rapper Nicki Minaj é um exemplo. A artista recusou o convite. Após alguns fãs questionarem se iria comparecer no evento, ela decidiu falar sobre o assunto. A cantora de 38 anos deu à luz seu primeiro filho com Kenneth Petty em setembro do ano passado e tem se dedicado bastante ao primeiro ano da maternidade.

“Eu tenho um bebê e nenhuma babá por causa do Covid. Eu não estou brava com isso. Não vou arriscar a minha saúde para ser vista. Tenho que ter responsabilidade”, disse.

Depois, em seu perfil no Twitter, Nicki contou que testou positivo para a Covid-19.

“Eu estava me preparando para o VMA’s, gravei um vídeo e adivinhem quem está com Covid? Vocês sabem o que é não poder beijar a abraçar seu pequeno bebê?”, escreveu.

Contudo, ao responder os pedidos para que tome a vacina contra a doença, Nicki deixou aflorar sua desinformação sobre o assunto.

Veja +: Nicki Minaj posa com Rihanna e clique bate recorde de curtidas


“O Drake acabou de me contar que ficou com Covid (mesmo) vacinado, portanto, acalmem-se”, continuou.

Alguns seguidores explicaram o que já tem sido reforçado constantemente: nenhuma vacina tem 100% de eficácia para evitar o contágio do coronavírus, mas protege as pessoas, tornando a doença em muitos casos mais branda. Mesmo assim, Nicki Minaj disse que ainda “não há provas”.

FÃS NÃO PERDOARAM O NEGACIONISMO DE NICKI

Nicki Minaj também ia se apresentar no MTV VMA 2021, que aconteceu no último domingo, 12 de setembro, mas ela acabou cancelando o show. Em um novo post, ela criticou o evento por exigir que os presentes estejam vacinados contra a Covid-19: “Eles querem que você se vacine para ir ao MET. Se eu me vacinar, não será pelo MET. Será quando eu sentir que pesquisei o suficiente (sobre o assunto). Estou fazendo isso agora. Enquanto isso, meus queridos, fiquem seguros. Usem as máscaras com dois elásticos que prendem no seu rosto e cabeça. Não aquela solta”, postou a artista.

Veja +: Confira curiosidades sobre a rapper Nicki Minaj

Além de exigir que seus convidados estejam vacinados, o MET Gala 2021 também orienta que todos estejam usando máscaras. Alguns fãs da rapper, incluindo brasileiros, responderam ao post com críticas e ironias à posição da rapper.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS:

Thammy Miranda mostra físico fortão e ganha elogio: ‘Que homem’

Após idas e vindas, Fiuk assume namoro com Thaisa Carvalho

Dani Souza faz festa para filho e chora ao falar com Dentinho por vídeo

Filha de Luís Gustavo homenageia o pai com mensagem e álbum de fotos

Mãe de Gabriel Medina fecha instituto com o nome do surfista

Com cabelo raspado, Caio Ribeiro desabafa sobre quimioterapia e apoio da família

A Fazenda 13: MC Gui cobra uma ‘atitude de homem’ de Nego do Borel

Virginia Fonseca se despede do pai: “Eu vou te amar pra sempre pai!”

Corpo de Luis Gustavo será cremado e cinzas serão jogadas em sua casa