Polêmica às 15:00

Iggy Azalea faz revelação bombástica sobre pai de Britney Spears

Iggy Azalea defendeu Britney Spears

Iggy Azalea faz revelação bombástica sobre pai de Britney Spears (Reprodução/Instagram)

O caso envolvendo a tutela de Britney Spears sempre causa bastante burburinho, tanto que ela até ganhou um documentário, o Framing Britney, feito pela BBC e que pode ser assistido no Globoplay.

E depois que o assunto ganhou notoriedade nesta semana, a cantora Iggy Azalea afirmou que tem testemunha sobre a relação abusiva de Jamie Spears, pai de Britney Spears, com a cantora.

Como se não bastasse, a própria cantora revelou que vivenciou um comportamento tóxico de Jamie com Britney durante a gravação do videoclipe Pretty Girls, onde elas trabalharam juntas.

Usando a hashtag Free Britney, ela escreveu:

“É decência humana básica pelo menos remover uma pessoa que Britney identificou como abusiva de sua vida. Isso deveria ser ilegal. Durante o tempo que trabalhamos juntas em 2015, testemunhei pessoalmente o mesmo comportamento que Britney detalhou em relação ao pai na semana passada e só quero apoiá-la e dizer ao mundo que: Ela não é exagerada ou mentirosa”, iniciou Iggy.

Azalea contou que Jamie Spears controlava até a quantidade de refrigerantes que Britney poderia beber e ela mesma sentiu na pele um pouco do comportamento tóxico do pai da cantora.

“Eu a vi restringida até mesmo nas coisas mais bizarras e triviais: como quantos refrigerantes ela podia beber. Isso é mesmo necessário? O pai dela esperou convenientemente até literalmente momentos antes da apresentação do nosso BMA quando eu estava nos bastidores no camarim e me disse que se eu não assinasse um NDA (acordo de não-divulgação), ele não me permitiria subir no palco. A maneira como ele fez para que eu assinasse um contrato parecia semelhante à tática de que Britney falou na semana passada em relação ao seu show em Las Vegas”, revelou.

Iggy Azalea ainda fez coro às súplicas de Britney, que pediu para que seu pai não fosse mais seu tutor.

“Britney Spears não deve ser forçada a coexistir com aquele homem quando ela deixou claro que isso está afetando negativamente sua saúde mental. Isso não está certo, de forma alguma”, finalizou.

Britney Spears continuará sob tutela de seu pai

Ainda não foi desta vez que Britney Spears irá se livrar totalmente da tutela de seu pai, que controla vida pessoal e artística dela desde 2008. Segundo o site TMZ, a justiça americana rejeitou o pedido do advogado da cantora que queria suspender os direitos totais de Jamie.

O advogado propôs que a tutela fosse feita exclusivamente pelo escritório Bessemer Trust, mas a corte americana não aceitou esse pedido. Porém, autorizou que a tutela agora seja compartilhada com Jamie Spears.

Britney comoveu o mundo ao prestar depoimento a uma juíza, na semana passada, fazendo sérias acusações a seu pai, onde o acusava de trabalho escravo, exposição da vida pessoal e proibição de tirar um DIU para que pudesse engravidar novamente.

Veja+: Britney diz que paparazzi distorceu fotos do corpo dela

Depoimento

Nesta quarta-feira (23) aconteceu mais um capítulo na briga entre Britney Spears e Jamie Spears. A cantora teve uma audiência em um tribunal americano que analisa seu caso. No ano passado, a cantora entrou com um pedido para remover a tutela de seu pai, em vigor desde 2008 e ter poder exclusivo sobre seu patrimônio.

Durante a conversa com a juiza, Britney contou que sente muita raiva de seus familiares que cuidam da tutela dela e que deveria processá-los por tudo que sofreu neste tempo todo. Citou que eles a mandaram para reabilitação em uma casa em Beverly Hills e que lá foi machucada, mas que seu pai acabou adorando o fato.

Os abusos que ela diz sofrer de seus tutores vai desde eles indicarem quais os medicamentos deveria usar, até o fato de ela ter sido obrigada a fazer uma turnê em Las Vegas contra a vontade dela. E enfatizou que a tutela que vem sendo imposta é abusiva.

“A tutela, desde o início, não faz sentido. Eu pago dinheiro às pessoas e elas me controlam. Trabalhei desde os 17 anos e essa tutela é abusiva. Não sinto que posso viver uma vida inteira vida. Eu nem acredito em terapia. Sempre pensei que poderia levá-la a Deus”, contou.