Polêmica às 08:31

Isentões! Os famosos que preferem a neutralidade ao falarem de política

Fotomontagem com Ivete Sangalo e Neymar Jr.

Reprodução/Insatgram

Eleições a nível Federal e estadual chegando e o mundinhos dos famosos, mais uma vez, fica rachado em razão dos posicionamentos políticos. Contudo, este ano o assunto rendeu além do esperado, principalmente pela crise sanitária enfrentada no Brasil com a Covid-19 e, claro, o “embate” entre Samantha Schmütz e Juliana Paes.

Além disso, o próprio público passou a ser exigente, fervoroso. Querem respostas concretas, nada de ficar em cima do muro. Porém, existem celebridades que preferem seguir a linha da neutralidade.

Com a repercussão do “cancelamento” desses artistas “isentões”, separamos algumas estrelas que persistem em manter uma postura “nem pra cá, nem pra lá”. Confira!

Ivete Sangalo

A baiana sempre foi apontada pelos internautas como uma artista que prefere manter distância dessas questões políticas. Mas com a situação pandêmica, as cobranças por falas precisas tornaram-se ferrenhas, principalmente quando o Brasil atingiu a marca de 500 mil mortos pela Covid-19.

Ao lamentar o número, ela acabou se isentando e foi criticada mais uma vez. Decidiu, depois, responder aos anseios do público, tomando um partido.

“Meus amores, entendo o quão necessário é nesse momento não estabelecer dúvidas sobre o que acredito. Esse governo que está aí não me representa, nem mesmo antes da ideia dele existir”, garantiu.

Claudia Leitte

Colega de profissão de Veveta, Claudinha causou polêmica em uma recente ediçõe do programa “Altas Horas”. Serginho Groisman fez uma pergunta que rendeu respostas bastante diferentes.

Ao ser questionada sobre qual era sua “indignação”, a cantora resolveu sair pela tangente e dar uma resposta mais neutra.

“Acho que todo mundo tem um lugar onde pode brilhar, uma luz para desfazer o que está acontecendo. E, se essa luz se acende, obviamente não vai ter escuridão”, respondeu a cantora.

Internautas consideraram as falas fracas, sem nexo e cobraram uma posição mais clara. Assim, a loira reconheceu o erro e pediu desculpas nas redes sociais.

“Mais que um desabafo, esse era um momento que eu precisava ter muita consciência do meu papel social e eu não tive. Não sei porque, cargas d’água eu falei, dei uma resposta evasiva naquele momento e, desde que saí do programa, estou reflexiva”, disse.

Ela também lamentou as 500 mil morte por Covid-19 no Brasil, mas o discurso teve tom, digamos, pacificador.

“Cuidados diários. Máscaras. Vacina. Sigamos fazendo o ordinário. Deus há de fazer o extraordinário. E que ELE console o coração dos familiares e amigos dos 500.000 que perderam suas vidas”, escreveu a cantora, que publicou uma imagem preta, de luto pelas vítimas da doença.

Neymar Jr.

O jogador do PSG (Paris Saint-Germain) está longe das questões políticas e sociais. Raramente ele cita tais assuntos, o que causou surpresa quando foi vítima de racismo e decidiu falar, e quando também apoiou o “Black Lives Matter”.

Apesar da foto em que toma a vacina na França, ele não fez menção a alta taxa de mortalidade no Brasil, durante a pandemia, optando por um caminho isento na postagem sobre a imunização.

“Depois de tanta espera, chegou a minha vez. Que felicidade. Espero que tudo volte ao normal o mais rápido possível e que não só o meu país BRASIL mas o mundo inteiro possa estar vacinado.”

Marina Ruy Barbosa

Fã da natureza, da positividade e etc, Marina Ruy Barbosa é outra famosa que prefere o caminho neutro. As redes sociais da gata transbordam felicidade e positivismo. Mas não dá para negar que, mesmo com um discurso buscando a imparcialidade, ela posicionou-se contra o atual Governo Federal.

No ano passado, o pai de Marina, Paulo Barbosa, chamou a atenção por declarar-se arrependido pelo voto em Jair Bolsonaro (sem partido). Dessa forma, ela resolveu falar o que acha:

“Meu pai não é uma figura pública. E me estranha esse interesse por ele. Eu sou a pessoa pública. Eu não votei no candidato do meu pai, não concordei com a escolha dele, não concordo nem compactuo em nada com a atual política. Mas o voto é um direito garantido e ele votou em quem quis”, iniciou ela, em depoimento enviado por sua assessoria ao jornal Extra.

E explicou: “O cenário lá atrás já não era promissor, mas, esperançosa, como brasileira que não gostaria de ver seu país em mau estado, tentei acreditar [percebo que fui ingênua] em uma mínima possibilidade de as coisas não irem para esse caminho lamentável que foram.”

A ruiva, por fim, elogiou a postura do pai: “Mas tudo o que pensávamos só se confirmou. Só aprende quem erra. E meu pai está revendo as posições dele. E eu acho bom, porque mostra que, como eleitor, ele está atento. E mais do que isso, que está disposto a evoluir e mudar de pensamento.”

Grazi Massafera e Caio Castro

O atual casal entre estrelas prefere manter distanciamento das “polêmicas” políticas. Recentemente, Grazi chegou a compartilhar o vídeo de Leandra Leal sobre a importância de se usar máscaras, mas as movimentações são singelas, flertando com o topo do muro.